Share Button

O Discipulado: Bênçãos e Sacrifícios

Que bênção tremenda é fazer parte do reino de Deus! Esta foi a observação de alguém que comeu com Jesus e ouviu seus ensinamentos. Certamente esta afirmação é verdadeira no que se refere a discípulos, contudo, após a exclamação, Jesus achou por bem acrescentar algumas outras considerações sobre o discipulado.

A ocasião era um jantar na casa de um fariseu (Lucas 14:1-24). Enquanto Jesus observava os outros convidados escolherem lugares em volta da mesa, ele contou uma parábola que reprovava a preocupação deles com honra e status. Nesta, o Senhor ensinou que os convidados não deviam escolher de propósito os melhores lugares, pois, agindo assim, poderiam perder o lugar para outro convidado que o anfitrião estimasse mais.

O ambiente do jantar pode ter ficado um pouco tenso após a parábola. Na verdade, Jesus já havia curado um homem quando estava chegando nesta ceia de sábado, um ato que certamente havia escandalizado alguns dos advogados e fariseus presentes. Como se as coisas já não estivessem desconfortáveis o suficiente, Jesus contou esta parábola e depois aconselhou seu anfitrião a convidar os pobres, mutilados, aleijados e cegos aos próximos jantares porque estes não poderiam retribuir com convites recíprocos, mas, embora sem recompensa humana, o anfitrião seria abençoado por Deus (Lucas 14:12- 14)!

Talvez sendo inspirado por este pensamento ou talvez simplesmente para quebrar o silêncio estranho que pode ter ficado no jantar, alguém exclamou que seria bem-aventurado todo aquele que comesse pão no reino do céu. Comer pão no reino provavel-mente é uma maneira figurativa de se referir às bênçãos espirituais que agora estão disponíveis em Cristo Jesus.

Jesus respondeu a este comentário com outra parábola, mas o propósito da segunda história não era o de enfatizar as bênçãos que se juntam a um relacionamento com Deus. Jesus escolheu, ao invés disso, mostrar que nem todos que foram convidados a aproveitarem estas bênçãos as valorizavam. Na sua parábola, o Senhor contou de alguns que foram convidados a um grande jantar, no entanto, quando a mesa estava servida, os convidados mandaram avisar que não iriam à refeição, dando desculpas bastante ridículas e que demonstravam a pouca estima que tinham pelo convite!

Jesus ainda fez mais observações sobre o discipulado, talvez ao deixar este jantar mais tarde ou em outra ocasião, (Lucas 14:25-33). Até mesmo entre aqueles que sabem apreciar o valor das bênçãos espirituais em Cristo (isto é, aqueles que querem ir a este jantar espiritual), nem todos estão dispostos a fazer os sacrifícios necessários para ser discípulos. Alguns não colocam Deus antes das suas famílias (Lucas 14:26) ou antes dos seus próprios desejos (Lucas 14:27). Jesus afirmou que tais pessoas não podem ser seus discípulos, pois o discipulado é uma proposta de tudo ou nada; não há discípulos “mais ou menos”. Que bênção tremenda!

–por Allen Dvorak

Leia mais sobre este assunto:
Você é um Verdadeiro Discípulo de Jesus?

Quem pode ser um discípulo?
Verdade para o discípulo verdadeiro
Explicando o discipulado
Procuram-se: Discípulos Verdadeiros
Seguindo Jesus


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA