Share Button

Guardar o Depósito

Três vezes nas suas duas cartas a Timóteo, Paulo usa o mesmo par de palavras: guardar e depósito. Por meio destas duas palavras, além dos comentários e instruções de Paulo, podemos apreciar a relação especial do servo do Senhor com o próprio Deus. Vamos ver estes versículos e considerar suas implicações.

O servo fiel confia em Deus

Depois de comentar sobre seu trabalho de pregar e ensinar o evangelho, Paulo disse: “e, por isso, estou sofrendo estas coisas; todavia, não me envergonho, porque sei em quem tenho crido e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele Dia” (2 Timóteo 1:12).

Embora Paulo tenha escrito estas cartas a Timóteo enquanto aguardava sua execução (2 Timóteo 4:6), uma das mensagens importantes é sobre a vida. Ele servia “...de conformidade com a promessa da vida que está em Cristo Jesus” (2 Timóteo 1:1) e confiou em “...nosso Salvador Cristo Jesus, o qual não só destruiu a morte, como trouxe à luz a vida e a imortalidade, mediante o evangelho” (2 Timóteo 1:10). Quando ele entrou em comunhão com Cristo, Paulo depositou a sua vida nas mãos de Deus. E quando encarou a morte iminente, permaneceu firme na sua confiança da vida eterna que teria com seu Senhor e Salvador.

Deus confia no servo fiel

Os outros dois versículos que falam de guardar um depósito apresentam o inverso. Nestes casos, Deus deposita e o homem guarda. Paulo disse a Timóteo: “Guarda o bom depósito, mediante o Espírito Santo que habita em nós” (2 Timóteo 1:14). Quando o homem se reconcilia com Deus, o Senhor investe nele. E quando Deus capacita um homem para servir, como o fez com Timóteo, ele espera dedicação e diligência deste servo. A comunhão entre o Senhor e o homem envolve investimento dos dois.

Há perigo de roubo. O homem pode perder o depósito, permitindo que alguém tire a sua atenção da verdade revelada por Deus para guiar a sua vida e seu trabalho. Paulo usou as mesmas duas palavras no final da primeira carta a Timóteo (a versão que estou citando aqui traz “o que te foi confiado”, mas a palavra grega é a mesma traduzida “depósito” nas citações acima): “E tu, ó Timóteo, guarda o que te foi confiado, evitando os falatórios inúteis e profanos e as contradições do saber, como falsamente lhe chamam, pois alguns, professando-o, se desviaram da fé. A graça seja convosco” (1 Timóteo 6:20-21). 

Se Timóteo desse importância à falsa sabedoria, ele não estaria protegendo e cuidando do depósito colocado em suas mãos. O Espírito Santo habitava nele, e havia lhe revelado a verdade do evangelho. Se ele deixasse esta verdade para seguir as coisas profanas inventadas por homens, perderia a sua comunhão com o Senhor. 

Deus é fiel. Sejamos fiéis em guardar firme o que ele nos confiou (Hebreus 3:14).

– por Dennis Allan

Leia mais sobre este assunto:
Ele é poderoso
 
A Segunda Epístola a Timóteo
A Determinação de Daniel


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA