Share Button

O Menino que Não Foi ao Céu

Em 2004, Alex Malarkey sofreu um acidente grave. O menino de seis anos passou dois meses em coma. Depois de Alex acordar, seu pai, Kevin, escreveu um livro intitulado O Menino que Voltou do Céu. Contou as experiências de o menino ser levado por anjos até o céu para encontrar-se com Jesus. O livro ficou entre os mais vendidos nos Estados Unidos (algumas fontes dizem que mais de oito milhões foram vendidos). Até a semana passada, a versão em português continuava sendo vendida como “uma história real” em livrarias brasileiras.

O livro foi a faísca que levou à publicação de outros livros e a produção de vídeos e filmes em uma onda de atividades rotulada pelo The New York Times como “turismo celestial”. Incontáveis líderes religiosos têm citado e defendido esse livro e outros semelhantes como revelações que utilizam para levar seus seguidores a acreditar na certeza do céu.

Acredito na certeza do céu, mas não por causa de um livro escrito por Kevin Malarkey ou qualquer outro homem da nossa geração.

A editora norte-americana responsável pelo lançamento do livro de Malarkey anunciou, na semana passada, que estaria encerrando a venda desse título por um simples motivo: o menino, agora adolescente, desmentiu suas afirmações. Alex escreveu: “Eu não morri. Eu não fui ao céu. Eu disse que eu havia ido ao céu porque achei que isso me ganharia atenção.... Pessoas têm lucrado de mentiras, e continuam lucrando”. A mãe do menino, agora divorciada de Kevin, disse: “Alex não escreveu o livro e esse livro não está o abençoando. Dizer que é uma bênção para outros para justificar seu erro é exatamente isso, a justificação do erro”.

Que vergonha!

E como fica para os pastores e outros líderes que alegam ter dons espirituais de revelações e discernimento, e que deram seu apoio a esse livro? Se seus dons fossem reais, não teriam percebido que o livro foi falso? Não teriam discernido a diferença entre a verdade eterna e uma mentira de uma criança? O padrão da verdade não é a mera palavra de homens que alegam ser guiados por Deus! Até os próprios apóstolos de Jesus precisavam de credenciais para mostrar a veracidade dos seus ensinamentos (2 Coríntios 12:12).

O sucesso de mais um livro mentiroso serve para ilustrar tendências perigosas e destrutivas no meio religioso atual. Faremos bem em aprender algumas lições para evitar outros enganos. Entre elas estão:

O perigo da fonte errada. Vivemos em uma época dominada pela fascinação com fábulas não comprovadas e pelo desprezo das verdades comprovadas e reveladas. Para muitos, a Bíblia parece um livro ultrapassado e de pouca utilidade. Qualquer um que escreve uma estória comovente, seja sobre um encontro com Jesus no céu ou uma visita com o Pai, Filho e Espírito Santo em uma cabana, ganha atenção e muitos adeptos. Muitas pessoas, mesmo afirmando sua fé nas Escrituras, recusam fazer a pergunta que o próprio Jesus fez: “do céu ou dos homens?” (Mateus 21:25). Considere a advertência dada por Paulo em Gálatas 1:6-10.

O erro de usar a medida errada. Em um mundo democrático, números determinam a verdade. Em um mundo capitalista, lucros determinam a verdade. Então, se muitas pessoas gastam dinheiro para comprar um livro ou DVD, deve contar a verdade, não é? Pelo contrário, sucesso de vendas ou de votos não é prova de veracidade. Jesus disse que a palavra de Deus (que é muito diferente da palavra de Kevin Malarkey) é o padrão pelo qual distinguimos entre verdade e erro: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade” (João 17:17). É a verdade que Cristo trouxe, e não a mentira de um menino, que nos liberta (João 8:32).

A ignorância destrutiva. Paulo escreveu: “...para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro” (Efésios 4:14). Nesse caso, muitos adultos foram enganados por um menino!

Mais de 2.700 anos atrás, Deus disse: “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento” (Oseias 4:6). Precisamos estudar as Escrituras para não cair em tais enganos!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA