Share Button

Pais Ensinam seus Filhos sobre Desafios Intelectuais

Sou a favor da educação e da busca de entendimento em um amplo espectro de conhecimento humano. Considero o hábito de leitura um dos mais importantes no desenvolvimento de crianças e jovens e no crescimento intelectual constante dos adultos. O estudo do conhecimento acumulado pelos seres humanos traz muitos benefícios para todos nós. Apesar de alguns abusos, os avanços na tecnologia e na medicina, como exemplos óbvios, trazem um impacto positivo nas nossas vidas.

A aquisição de conhecimento técnico e teórico não deve ser motivo para desprezar outras formas de conhecimento de igual ou maior importância. Em algumas situações, o conhecimento prático adquirido por longos anos de experiência pode valer mais do que o entendimento teórico adquirido nas salas de aula das melhores universidades. Há pedreiros que entendem mais do que alguns engenheiros. Há mães que sabem mais do que médicos ou professores sobre as necessidades dos seus filhos. Alguns trabalhadores rurais entendem mais sobre alguns assuntos do que professores em faculdades de agricultura. Não devemos desprezar o conhecimento dos outros adquiridos por meios diferentes, mas também não devemos ser intimidados por pessoas que parecem sabidas por terem algum conhecimento de algum assunto ou outro.

Essas considerações são especialmente importantes na criação dos filhos. Durante as décadas recentes, houve um aumento notável no nível de escolaridade média no Brasil. A maioria dos jovens alcança um nível de estudo formal maior do que o atingido pelos pais. Durante esse processo educativo, é comum para o jovem perceber que seus professores têm mais conhecimento teórico do que os pais, pelo menos em algumas disciplinas. Alguns começam a considerar os pais mal informados ou intelectualmente inferiores aos seus professores. Muitos pais se sentem intimidados ou mal preparados para questionar ensinamentos passados para os filhos no contexto escolar. Enviam seus filhos à escola e confiam cegamente nos professores que ensinam ou até doutrinam seus filhos na sala de aula, estes frequentemente constrangidos por pressões políticas a formar cidadãos conforme os ventos partidários do momento.

Pais, não sejam intimidados a renderem sua autoridade na educação dos seus filhos! Você não precisa dominar todas as disciplinas ensinadas em uma universidade para aplicar seu bom senso e guiar seus filhos. Filosofias mudam. Conceitos aceitos como fatos científicos em um momento podem ser refutados e rejeitados depois. A exaltação do conhecimento científico ou dos pensamentos de filósofos acima da revelação divina nas Escrituras é tolice, independente do nível de escolaridade do tolo!

Paulo, um homem que demonstrou seus conhecimentos amplos de filosofia, idiomas, literatura e diversas religiões avisou sobre o perigo de confiar no entendimento mutável adquirido por observações humanas. Ele defendeu a superioridade do conhecimento espiritual que Deus revelou nas Escrituras, especialmente na mensagem sobre Jesus Cristo: “Onde está o sábio? Onde, o escriba? Onde, o inquiridor deste século? Porventura, não tornou Deus louca a sabedoria do mundo? Visto como, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por sua própria sabedoria, aprouve a Deus salvar os que creem pela loucura da pregação. Porque tanto os judeus pedem sinais, como os gregos buscam sabedoria; mas nós pregamos a Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os gentios; mas para os que foram chamados, tanto judeus como gregos, pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus. Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens. Irmãos, reparai, pois, na vossa vocação; visto que não foram chamados muitos sábios segundo a carne, nem muitos poderosos, nem muitos de nobre nascimento; pelo contrário, Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes; e Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são; a fim de que ninguém se vanglorie na presença de Deus” (1 Coríntios 1:20-29).

Paulo não foi intimidado pelo falso conhecimento daqueles que negavam a veracidade das Escrituras (1 Timóteo 6:20-21), pois declarou com confiança a mensagem do evangelho (Romanos 1:15-16). Devemos manter a mesma confiança. Depois de teorias, especulações e filosofias dos homens serem abandonadas, a palavra de Deus permanecerá (1 Pedro 1:23-25).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA