Share Button

Salmo 60: Em Deus Faremos Proezas

Nos primeiros anos do seu reinado, Davi procurou estabelecer ordem e segurança num país que sofria, durante séculos, das opressões dos seus vizinhos. Durante mais de 300 anos no período dos Juízes, Israel foi derrotado diversas vezes em batalhas para defender suas fronteiras. Saul, o primeiro rei de Israel, foi mais preocupado com sua posição política do que com a segurança da nação. Em consequência, os filisteus e outros apresentavam ameaças constantes, e o povo de Deus continuava inseguro na terra prometida.

Davi agiu em dois aspectos principais:

A Religião Nacional. Ele trabalhou muito para fortalecer e unificar a religião dos israelitas, conforme planos anunciados por Deus por meio de Moisés 400 anos antes (Deuteronômio 12:11-14). Davi levou a Arca da Aliança para Jerusalém, organizou o culto público e preparou os recursos e a planta para a construção do templo, que seria realizada durante o reinado do seu filho, Salomão (2 Samuel 6 - 7; 1 Crônicas 13 - 17).

A Segurança Nacional. Davi foi um grande guerreiro e líder militar antes de assumir o trono sobre Israel. Durante seu reinado, especialmente nos primeiros anos, ele e seus oficiais conduziram campanhas militares para segurar as fronteiras e tomar controle das regiões definidas por Deus como parte da herança nacional. Entre essas campanhas estava a série de batalhas que servem como pano de fundo para o Salmo 60, quando o comandante Joabe lutou contra os siros e edomitas. Os textos de 2 Samuel 8 e 1 Crônicas 18-19 relatam algumas informações sobre essas conquistas.

Diferente dos Salmos que focalizam a situação particular de Davi (quando fugiu de Saul ou quando se arrependeu dos seus próprios pecados), o tom do Salmo 60 reflete seu cuidado pastoral com o coletivo, o rebanho de Israel. A nação sofria e, agora, estava voltando para Deus e confiando na sua ajuda para vencer seus adversários.

O Salmo foi escrito para uso na adoração pública com intuito de ensinar, como diz o título. Ele se divide em 3 partes principais: 

(1) O povo clama a Deus por causa da sua angústia (versos 1-3). Como nação, Israel reconheceu que os castigos que vieram foram manifestações da ira de Deus. Pediram que Deus reparasse a terra depois de feri-la. Embora esses versículos não incluam confissões dos pecados de Israel, também não levantam questionamento sobre a justiça de Deus. A indignação de Deus, sempre perfeitamente justo, é prova da culpa da nação. 

(2) Israel se exulta na proteção divina (versos 4-8). A justiça de Deus é afirmada como princípio fundamental no verso 4: “Deste um estandarte aos que te temem, para fugirem de diante do arco”. Deus é fiel e constante. O sofrimento do povo não foi por culpa do Senhor, mas pelas falhas da nação que não procurava refúgio no estandarte de Deus. No hebraico, a palavra Selá aparece depois do verso 4, provavelmente sugerindo uma pausa para refletir sobre a fidelidade de Deus para com aqueles que o temem, antes de continuar com louvor pelos feitos do Senhor. Verso 5 continua a súplica do povo, e versos 6 a 8 apresentam a resposta de Deus. Ele protege e eleva Israel, especialmente estendendo seu cuidado às tribos vulneráveis e desprotegidas da Transjordânia, e humilha os povos pagãos ao seu redor (Moabe, Edom e Filístia).

(3) A nação ora a Deus, pedindo ajuda e demonstrando confiança (versos 9-12). O ponto principal dos últimos versos do Salmo é o entendimento do povo da necessidade de confiar em Deus, e não nos homens. Ele havia rejeitado Israel quando confiavam em homens e falsos deuses. Com o arrependimento do povo e a restauração do favor divino, a nação de Israel seria bem-sucedida nas suas batalhas. “Em Deus faremos proezas” (verso 12) é uma frase que resume bem o sucesso da nação sob a liderança de Davi.

A confiança em Deus começa com a obediência e termina na vitória e proteção divina.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA