Share Button

Salmo 99: O SENHOR é Grande em Sião

A Arca da Aliança chegou a Jerusalém! O povo de Israel foi convocado a adorar ao Senhor na Cidade de Davi. Mas o rei digno da honra da nação, aliás, de todas as nações, não é Davi, e sim Deus, que está entronizado acima dos querubins. Enquanto o Salmo 99 inclui algumas referências históricas, o foco, do primeiro ao último verso, está claramente na exaltação de Deus. O Salmo se divide em três partes, cada uma terminando com um apelo aos leitores a adorarem ao Senhor (versos 3,5,9).

“Reina o SENHOR; tremam os povos. Ele está entronizado acima dos querubins; abale-se a terra. O SENHOR é grande em Sião e sobremodo elevado acima de todos os povos” (versos 1 e 2). Os primeiros dois versos apresentam o tema do Salmo com frases que seguem uma estrutura conhecida como paralelismo invertido. O início do verso 1 e o final do verso 2 falam do domínio de Deus sobre os povos, enquanto o final do verso 1 e o começo do 2 falam da sua posição em relação a Jerusalém (acima dos querubins da Arca da Aliança que permanecia no monte Sião em Jerusalém). Os querubins, mencionados poucas vezes na Bíblia, estão posicionados entre as mais elevadas das criaturas espirituais, sempre servindo ao Senhor próximos ao seu trono.

“Celebrem eles o teu nome grande e tremendo, porque é santo” (verso 3). Com o trono de Deus em Jerusalém no cerne dos versos de abertura, o salmista chama todos os povos a celebrarem o nome do Senhor. O atributo divino citado para motivar a adoração das nações é o mesmo citado frequentemente ao longo das Escrituras. O nome de Deus deve ser honrado acima de todos os nomes porque ele é santo, distinto, separado e superior a todas as suas criaturas. A doutrina da santidade do incomparável Deus é fundamental ao nosso entendimento da nossa posição diante dele. Como o onipotente e puro Criador, ele é o único digno da adoração dos seres humanos. Deixar de adorar o Criador e elevar suas criaturas é o erro mais grave imaginável, e que abre a porta para todos os tipos de transgressões em desobediência ao Senhor (Romanos 1:24-25).

“És rei poderoso que ama a justiça; tu firmas a equidade, executas o juízo e a justiça em Jacó” (verso 4). O Deus santo ama a justiça e aplica seu poder na pratica do juízo. Jacó foi o outro nome de Israel, pai da nação assim conhecida, e representa aqui o povo escolhido que habitava na terra de Canaã. Na teocracia de Israel, o povo confiava nos seus líderes para aplicar a justiça divina com equidade, mas a garantia da verdadeira justiça se encontrava no caráter do próprio Senhor.

“Exaltai ao SENHOR, nosso Deus, e prostrai-vos ante o escabelo de seus pés, porque ele é santo” (verso 5). Essa é a segunda de três chamadas no Salmo 99 para adorar ao Senhor (veja versos 3 e 9). Todos esses apelos apresentam o mesmo motivo: a santidade de Deus. Nesse verso, o lugar de adoração é diante do escabelo (estrado ou banca de apoio para os pés do Senhor). Essa imagem complementa a descrição do verso 1, onde vemos Deus no seu trono servido por querubins.

“Moisés e Arão, entre os seus sacerdotes, e, Samuel, entre os que lhe invocam o nome, clamavam ao SENHOR, e ele os ouvia. Falava-lhes na coluna de nuvem; eles guardavam os seus mandamentos e a lei que lhes tinha dado. Tu lhes respondeste, ó SENHOR, nosso Deus; foste para eles Deus perdoador, ainda que tomando vingança dos seus feitos” (versos 6-8). Essa terceira parte do Salmo reforça a mensagem central da santidade do poderoso Deus, mostrando tanto a sua justiça em trazer vingança como sua misericórdia demonstrada para e por meio dos servos fiéis. Ele cita exemplos de grandes líderes dos períodos antes de existirem reis em Israel: Moisés, Arão e Samuel, homens que comunicavam a lei de Deus e intercediam a favor do povo de Israel.

“Exaltai ao SENHOR, nosso Deus, e prostrai-vos ante o seu santo monte, porque santo é o SENHOR, nosso Deus” (verso 9). Comparando esse verso com o apelo paralelo no verso 5, percebemos que uma montanha serve como banco de apoio para os pés de Deus, uma maneira de frisar sua sublimidade e dignidade de ser louvado por todas as suas criaturas.

Quando olhamos para a grandeza de Deus e as obras da sua justiça, percebemos cada vez mais os motivos para honrá-lo.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA