Share Button

A Reeducação Alimentar

Com o assustador aumento do peso médio das pessoas em vários países, inclusive no Brasil, é comum ouvir indicações de dietas para resolver o problema. Muitas pessoas juram sobre a eficácia de uma dieta ou outra – seja Atkins, South Beach, Mediterrânea, Vegetariana ou uma das milhares de outras a ganhar adeptos. Percebendo a futilidade de fazer uma dieta para alcançar o peso “ideal” e, depois, voltar aos antigos maus hábitos de alimentação, muitos profissionais adotaram o termo “reeducação alimentar” para ensinar uma mudança vitalícia nos hábitos. Ensinam a importância de mudar seu estilo de vida para sempre, com a esperança de alcançar uma idade avançada com boa saúde. O mesmo princípio se aplica na vida espiritual.

Quando decidimos servir ao Senhor, é necessário mudar radicalmente alguns hábitos, especialmente no que se trata de alimentação espiritual.

Eliminar e Substituir. Orientações sobre a reeducação alimentar contêm palavras como eliminar e substituir, falando dos tipos de alimentos prejudiciais à saúde que devem ser evitados, e incentivando o consumo de outros alimentos bons.

Depois de passar anos cultivando maus hábitos e alimentando desejos carnais, a conversão a Cristo exige a mudança de costumes e até de interesses. Precisamos aprender a gostar de alimentos que muitos detestam, e detestar as guloseimas que procurávamos por muito tempo. Paulo escreveu: “Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra... Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria... Agora, porém, despojai-vos, igualmente, de tudo isto: ira, indignação, maldade, maledicência, linguagem obscena do vosso falar” (Colossenses 3:1-2,5,8). Abandonamos as coisas que provocam a morte espiritual e buscamos as atitudes boas que produzem a vida: “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade. Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente...” (Colossenses 3:12-13).

Frequência. É comum ver instruções sobre a frequência da alimentação, geralmente encorajando a pessoa a manter intervalos pequenos entre refeições. Quando desejamos servir ao Senhor, precisamos nos dedicar ao conhecimento da vontade dele. Isso requer a frequente leitura e estudo da Bíblia. Quando examinamos as Escrituras diariamente, como o faziam as pessoas em Bereia (Atos 17:11), tomamos um passo importante para o crescimento que Pedro desejava para seus leitores: “antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo” (2 Pedro 3:18).

Outros Hábitos Bons. A reeducação alimentar tipicamente inclui instruções sobre hábitos complementares como, por exemplo, o incentivo dos exercícios físicos e do sono adequado. O progresso espiritual, também, depende do desenvolvimento de várias práticas além dos estudos das Escrituras. Consideremos dois exemplos:

(1) Orar. Há uma ênfase inegável no Novo Testamento nas orações constantes, resumida em poucas palavras pelo apóstolo Paulo: “Orai sem cessar” (1 Tessalonicenses 5:17). O exemplo de Jesus, dos apóstolos e dos outros cristãos primitivos reforça a importância desse aspecto da nossa comunicação com Deus. Quando estudamos a Bíblia e oramos, completamos a comunicação. No estudo, Deus fala conosco. Nas orações, nós falamos com Deus.

(2) Congregar. Outro hábito importante é a participação com outros cristãos. Os primeiros cristãos estavam juntos no seu serviço ao Senhor (Atos 2:46-47). Quando nos reunimos com outros servos do Senhor, temos o privilégio de adorar juntos e de estimular os irmãos espirituais na sua jornada: “Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima” (Hebreus 10:24-25).

Nosso progresso espiritual exige o esforço para mudar hábitos, a reeducação alimentar espiritual.

- por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA