Share Button

Salmo 104: Exulte o SENHOR por Suas Obras!

Charles Spurgeon, autor de comentários clássicos sobre o livro de Salmos, descreveu o Salmo 104 como “a versão do poeta de Gênesis”. Ele sugeriu uma leitura desse hino em comparação com o relato de Gênesis 1, por tratar das grandes obras da natureza basicamente na mesma sequência encontrada naquele relato da Criação. Essa abordagem ajuda o leitor a apreciar a mensagem do Salmo.


Apresentando a Criação em forma de poesia, o autor desse Salmo não se preocupou em oferecer um relato detalhado e perfeitamente sequencial. O poema flui, passando naturalmente de um aspecto da natureza para outro, às vezes misturando elementos como faz um artista quando pinta uma obra-prima. Observemos algumas características interessantes desse hino.

O Salmo começa e termina com Deus. Toda a criação é como um comentário entre parênteses, e o que vem antes e continua depois é o eterno Deus. Antes de descrever a criação do universo, o salmista diz: “Bendize, ó minha alma, ao SENHOR! SENHOR, Deus meu, como tu és magnificente: sobrevestido de glória e majestade, coberto de luz como de um manto” (versos 1 e 2). E depois de falar sobre as maravilhosas obras do Criador, ele fecha o parêntese com estas palavras de louvor: “Bendize, ó minha alma, ao SENHOR! Aleluia!” (verso 35).

Entre os parênteses da Eternidade, encontramos a descrição do trabalho de Deus em formar e sustentar o mundo (versos 2 a 35).

Ele começa com o céu, as águas, a terra e o papel dos seus servos celestiais (versos 2 a 6). O relato de Gênesis 1 não fala sobre a criação nem o papel de anjos e outros seres celestiais, mas outros trechos bíblicos os tratam como criaturas que servem a Deus e até ministram às necessidades dos homens. Esse Salmo é citado no Novo Testamento para apoiar a importante distinção entre Deus, o Criador, e anjos, seus ministros. Jesus é Deus, digno de adoração, em contraste com os anjos, que são ministros que servem à disposição do seu Criador (Hebreus 1:5-14, com a citação do Salmo 104:4 no versículo 7).

Depois de criar os céus, a terra e as águas, Deus começou o trabalho de colocar ordem na sua obra. Ele separou as águas da terra seca, definindo vales e montes e regando os campos (versos 7 a 11). Todos os elementos do ecossistema que Deus criou contribuem ao funcionamento dos ciclos necessários para proporcionar condições de vida, sustentando plantas, animais e seres humanos (versos 12 a 18). Cada criatura encontra o que precisa em seu habitat.

Para manter ordem no mundo temporal, Deus criou corpos celestiais para governar os ciclos de tempo (versos 19 a 23). A lua e o sol regem seus respectivos períodos diários, e tanto animais como homens estabelecem suas rotinas nessa base de tempo.

Nos quinto e sexto dias, depois de haver preparado os ambientes adequados, Deus encheu o mar e a terra com uma variedade imensa de animais (versos 24-30). Três mil anos depois do salmista escrever esse hino, alguns cientistas acreditam que ainda há mais de 5.000.000 de espécies de animais para serem descobertas no planeta Terra!

Depois da Criação, o autor volta à eternidade, ou melhor, ao Eterno (versos 31 a 35). Como se fosse cantar um hino de louvor no templo no sábado, ele afirma; “A glória do SENHOR seja para sempre! Exulte o SENHOR por suas obras!” (verso 31). Nossa meditação nas grandes obras de Deus deve nos levar à mesma conclusão. Ele é o único digno de adoração!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA