Share Button

Salmo 133: Como É Bom e Agradável Viverem Unidos

O pequeno Salmo 133 é um dos quinze Cânticos de Romagem (Salmos 120 a 134). Esses hinos, também conhecidos como Salmos de Peregrinação, Cânticos de Degraus ou das Subidas, foram cantados pelos adoradores no caminho para o templo em Jerusalém nas ocasiões das festas solenes dos israelitas. Eles têm em comum o foco na adoração que Deus merece. Há diferenças nos temas específicos, na autoria e nas datas de composição desses hinos.

Salmo 133, um dos quatro cânticos desse grupo atribuídos a Davi, se destaca por ser o único com uma ênfase horizontal, ou seja, uma atenção para outros homens. Os outros Cânticos de Romagem, como quase todos os 150 Salmos, têm um foco vertical, conduzindo os pensamentos dos adoradores para cima para dar honra e fazer súplicas a Deus. Sem dúvida, o nosso louvor hoje deve enfatizar a glória de Deus, mas não podemos esquecer da importância dos nossos semelhantes que servem o mesmo Senhor.

Na organização desse coletâneo de hinos, esse Salmo ocupa a penúltima posição. Não é difícil imaginar os judeus chegando a Jerusalém cantando todos esses hinos, talvez na sequência da compilação dessa porção do livro. Quando aproximavam do fim da lista de hinos especiais, percebendo o prazer de harmonizar suas vozes em adoração a Deus, seria até natural olhar ao redor com gratidão pelos irmãos espirituais. Cantariam com fervor estas palavras:

“Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!

É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes.

É como o orvalho de Hermom, que desce sobre os montes de Sião.

Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre”(Salmo 133:1-3)

Vamos observar as figuras comparativas que Davi emprega para descrever a unidade entre irmãos e, depois, refletir sobre a importância da busca da unidade no nosso serviço ao Senhor.

As duas figuras, o óleo de unção de Arão e o orvalho de Hermom, têm um ponto principal de comparação. Nos dois casos, os benefícios vêm de cima e descem. O óleo derramado sobre a cabeça do sumo sacerdote naturalmente fluía para baixo, da cabeça para a barba e ainda para suas vestes. A água que evapora dos altos montes cai como orvalho sobre as colinas menores. A unidade espiritual que Davi comemora nesse hino não é carnal, nem de origem humana. Conforme homens se submetem à vontade do Senhor, se unem a Deus e, por consequência, se aproximam cada vez mais dos seus irmãos da mesma disposição. Paulo exortou os cristãos a buscar a manter a unidade na base do seu respeito pela vontade de Jesus: “Rogo-vos, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma coisa e que não haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente unidos, na mesma disposição mental e no mesmo parecer” (1 Coríntios 1:10). A unidade que Deus deseja não é um espírito ecumênico que trata como igualmente válidas as doutrinas contraditórias de vários religiosos. Ele quer um povo que se une na sua obediência ao único verdadeiro Deus.

Enquanto o orvalho dos montes identifica uma bênção que vem do Senhor, o óleo da unção dá mais ênfase à natureza espiritual dessa unidade. Arão foi escolhido por Deus, e a unção mostrou a sua consagração para o serviço especial no tabernáculo. O que unia os israelitas e servia de motivação de manter sua harmonia foi a eleição divina. Deus havia escolhido e separado a nação para ser seu povo exclusivo.

Foi no mesmo espírito que Jesus vinculou a santificação à unidade dos seus seguidores. Na mesma oração, ele tratou dos dois temas quando falou dos seus discípulos: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade... a fim de que todos sejam um... a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade” (João 17:17,21,23).

A verdadeira paz entre irmãos depende do profundo respeito de cada um pela palavra do nosso Senhor Jesus Cristo.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA