Share Button

Salmo 82: Fazei Justiça ao Fraco

Normalmente, pensamos nos Salmos como hinos de louvor dirigidos a Deus, mas o Salmo 82 nos lembra de um fato importante: alguns desses cânticos foram dirigidos aos homens, como mensagens de exortação ou reprovação. Nesse Salmo, Asafe repreende os juízes parciais, os relembrando do julgamento divino que viria sobre todos. Governantes, e especialmente pessoas em posições judiciais, devem pensar bem na mensagem desse hino. Vamos considerar esse ensinamento de Asafe:

“Deus assiste na congregação divina; no meio dos deuses, estabelece o seu julgamento” (verso 1). A abertura desse Salmo nos oferece uma excelente oportunidade para reforçar a importância de interpretar passagens bíblicas com cuidado e com respeito por outros textos das Escrituras. Esse verso é usado por alguns para ensinar que o politeísmo tem apoio bíblico, e por outros, especificamente os mórmons, para apoiar a noção de progressão dos seres humanos em um tipo de evolução espiritual para se tornarem deuses. São exemplos das distorções resultantes de esforços para inserir doutrinas humanas nos textos sagrados. Dois fatos claros de outros livros bíblicos esclarecem a questão: (1) Deus afirma sem equívoco ser o único Deus (1 Reis 8:60; Isaías 44:6,8; 45:5-6 e muitos outros trechos); (2) Quando uma pessoa representa Deus em uma posição de autoridade sobre outros, pode ser chamado de “deus”. É o que o Senhor fez com Moisés (Êxodo 4:16; 7:1), mas isso não mudou o fato da mortalidade de Moisés, um ser humano. No texto de Salmo 82:1, os juízes são tratados como “deuses” porque tem a responsabilidade de aplicar a justiça divina no seu papel de governar sobre os homens.

Mas, os juízes estavam falhando, como observamos na continuação do Salmo:

“Até quando julgareis injustamente e tomareis partido pela causa dos ímpios? Fazei justiça ao fraco e ao órfão, procedei retamente para com o aflito e o desamparado. Socorrei o fraco e o necessitado; tirai-os das mãos dos ímpios” (versos 2 a 4).

Esses juízes não tinham o papel de fazer leis, e sim de aplicar com equidade os princípios da justiça estabelecidos por Deus. Cabia a eles, como ainda seja a responsabilidade dos governantes, proteger os inocentes e castigar os malfeitores (Romanos 13:1-7).

“Eles nada sabem, nem entendem; vagueiam em trevas; vacilam todos os fundamentos da terra” (verso 5). Quando pessoas em posições de autoridade não compreendem nem defendem o que é bom e certo, toda a população sofre. Até os alicerces da sociedade são abalados pela falta de integridade dos seus líderes.

“Eu disse: sois deuses, sois todos filhos do Altíssimo. Todavia, como homens, morrereis e, como qualquer dos príncipes, haveis de sucumbir” (versos 6 e 7). Se ainda tivesse dúvida sobre o sentido do primeiro verso, esse o esclarece mais ainda. Foi o Senhor que deu o “título” de deuses aos encarregados de justiça, mas não deixaram de ser homens mortais sujeitos ao julgamento do verdadeiro Deus. Todos que exercem autoridade, sejam eles pais, maridos, chefes, pastores, governadores, presidentes ou outros, devem lembrar-se da sua posição de subordinação ao divino Juiz de todos!

O fato da autoridade absoluta de Deus se torna o foco na conclusão do Salmo, quando Asafe dirige suas palavras ao próprio Senhor:

“Levanta-te, ó Deus, julga a terra, pois a ti compete a herança de todas as nações” (verso 8). O princípio por trás da conclusão desse hino continua ecoando pelos séculos, cada vez que alguém diz: “Não acredito na justiça humana, mas acredito na justiça divina”. Asafe viu juízes corruptos que favoreciam os ímpios e prejudicavam os inocentes e indefesos, mas ele nunca se esqueceu da soberania de Deus. Ele exerce domínio sobre todos. Todas as nações pertencem a ele. No final das contas, ele julgará todos, inclusive os juízes.

Homens continuam governando e julgando. Alguns agem com integridade, e outros, não. Mas todos, dos menores aos maiores, serão julgados por Deus (2 Coríntios 5:10).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA