Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal

Quando Deus criou o homem e a mulher, Deus lhes deu autoridade! Ele lhes deu domínio sobre todos os animais. Em Gênesis 1:26,28 Deus lhes deu ordem de sujeitar a terra e dominar sobre todos os animais. Em Gn 2:19-20 há o relato do homem dando nome aos animais, evidenciando ainda mais a autoridade que lhes fora dada.

O Senhor, portanto, formou o jardim do Éden e colocou o homem ali para governá-lo, cultivando-o e guardando-o. No jardim, o Senhor ainda providenciou árvores de diversas espécies para alimento (Gênesis 1:29). Em 2:9 diz sobre árvores agradáveis a vista e boas para alimento. Entre todas as árvores do jardim, encontrava-se, no meio do jardim, a árvore da vida cujos frutos, literalmente, davam vida.

Havia também outra árvore especial, a do conhecimento do bem e do mal. E sobre esta árvore específica Deus proibiu o homem de comer do seu fruto, pois no dia em que dela comesse, morreria. Havia, então, a árvore que gerava a vida e a árvore que gerava a morte.

Até então, Deus vinha definindo o que era bom. No capítulo 1 de Gênesis Deus usa sete vezes a palavra bom/boa. Com a árvore do conhecimento do bem e do mal, entretanto, Deus concede ao homem a oportunidade de escolha. Iria o homem confiar na definição divina sobre o que é bom e mau e governar o Éden com base nessa definição, ou iria o homem definir por si mesmo o que seria bom e mau ao comer desta árvore?

Em Gênesis 3, vemos que o homem optou por não confiar na definição do Senhor ao comer do fruto da árvore proibida. As consequências foram tristes para o homem e sua mulher, e eles perderam o acesso à árvore da vida. E desde então, toda vez que o ser humano tenta governar com base na sua definição do que é bom e mau as consequências são desastrosas.

O que aconteceu com Adão e Eva foi uma boa lição para o povo israelita. Sabendo que o livro foi escrito por Moisés, o povo israelita recebeu esse relato quando estavam de saída do Egito e migrando rumo à terra prometida por Deus. Eles estavam marchando para se apossar de uma nova terra, onde o Senhor os estabeleceria.

Assim como Deus deu a oportunidade de escolha a Adão e Eva no Éden, Deus também deu oportunidade de escolha para o povo que estava saindo do Egito. Iriam os israelitas confiar na definição do Senhor do que é bom e mau, obedecendo aos mandamentos, ou iriam eles mesmos definir o que é bom e mau aos seus próprios olhos? Deus lhes deu essa chance de escolha em Josué 24:14-25, e o povo diz convictamente que serviria ao Senhor e assim aceitaria sua definição divina do que é bom e mau.

Entretanto, a realidade foi completamente diferente. Vemos nas épocas dos juízes e dos reis de Israel que o povo acabou optando por eles mesmos decidirem o que era bom. O livro de Juízes repete algumas vezes a frase “naqueles dias, não havia rei em Israel, cada um fazia o que achava mais reto” (Juízes 21:25). A consequência trágica disso é relatada em todo o livro de Juízes, especialmente nos três últimos capítulos. O problema do povo na época dos juízes não era a ausência de um rei, mas não aceitar o Senhor como rei!

Além de Adão e dos Israelitas, Deus concede também a nós a oportunidade de escolha. Confiaremos nós na definição de Deus sobre o que é bom e mau ou iremos nós mesmos definir o bem e o mal? A Bíblia nos dá a definição daquilo que é bom, daquilo que produz vida, daquilo que agrada ao Senhor. Se obedecemos às suas palavras, escolhemos por acatar a definição do Senhor sobre o que é bom, e assim demonstramos nosso amor e confiança ao nosso Criador e Salvador (João 14:15). Mas quando resolvemos viver por nós mesmos, deixando-nos definir o que de fato é bom, o fim será trágico como toda a história nos mostra.

Que possamos escolher confiar naquele que é Eterno, naquele que nos tem amado imensamente. Ele nos promete dar do fruto da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus (Apocalipse 2:7).

-por Tomás Guidalli


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA