Lições do Sofrimento de José

José teve uma vida complicada na casa de seu pai. Ele foi muito mimado por Jacó, que o amava mais do que todos os outros filhos, causando inveja nos irmãos. O que piorou seu relacionamento com os irmãos foi a revelação de dois sonhos em que ele reinava sobre a família. Com tamanho ódio e inveja, os irmãos venderam José ao Egito.

No Egito, a vida de José continuou suada. José estava longe da família, longe da sua terra e cultura, estava numa terra pagã, estava servindo como escravo no Egito, foi acusado e preso injustamente. Entretanto, a forma que José lidou com a situação tem muito a nos ensinar.

Interessante ver a repetição da seguinte frase na história de José: “O Senhor era com José” (Gênesis 39:2,3,21,23). Isso fez uma enorme diferença na vida de José. Vemos as consequências disso nas atitudes dele. A forma com que José se portou nas tribulações se assemelha ao caráter de Cristo. Nós também precisamos buscar a presença do Senhor para que ajamos semelhante a ele! Vejamos quatro atitudes de José que ajudam a nos assemelharmos a Cristo.

1) José trabalhava com diligência. Quando não estamos bem, a tendência é que trabalhemos negligentemente e com preguiça. Gastamos energia demais pensando na situação e mal damos atenção aos nossos afazeres.

Mas José, quando esteve numa situação complicada, continuou exercendo suas funções diligentemente. Veja como ele trabalhava na casa de Potifar (Gênesis 39:2-6), na prisão (39:21—40:4), como governador (41:46-49). Deus se agrada daqueles que trabalham diligentemente, por isso fez José prosperar (Provérbios 10:4-5).

Tudo o que José fazia, fazia com diligência e tinha bom êxito. Veja o que dizem de Jesus em Marcos 7:37.

2) José se preocupava com os outros mesmo estando ele sofrendo. A tendência humana quando sofre é se isolar e focar no seu próprio sofrimento. Ficamos num auto compadecimento tão grande que nem percebemos que têm outras pessoas sofrendo ao nosso redor.

José, no seu momento mais crítico, no cárcere, não deixou de olhar e servir aos outros. Ele servia a seus companheiros de cela (Gênesis 40:4), preocupava-se com seus companheiros (5-6), dispôs-se a ajudá-los com os sonhos (8).

Paulo diz: “alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram” (Romanos 12:15). Precisamos olhar para a dor dos outros, mesmo quando nós estamos sofrendo. Foi o que Cristo fez no auge do seu sofrimento: João 19:26-27; Lucas 23:34,42-43.

3) José manifestava Deus na sua vida. As pessoas ao redor de José viam Deus nele (Gênesis 39:3; 41:38-39). Isso era esperado, uma vez que “o Senhor era com ele”. Mas isso só foi possível por dois motivos: (1) José não focava nos seus sofrimentos. Tem gente que quando sofre só pensa e fala dos seus sofrimentos. (2) José focava em Deus, pensava em Deus e falava de Deus (Gênesis 39:9; 40:8; 41:16). Isso exige encher nosso coração, a fonte da vida, do Senhor (Colossenses 3:1-4).

Nós fomos feitos à imagem de Deus (Gênesis 1:26), logo precisamos refletir essa imagem. Cristo refletiu Deus em tudo o que ele fez (Colossenses 1:15), pois ele é o próprio Deus. José refletiu Deus na vida dele, mesmo nas adversidades. Nós devemos refletir Deus nas nossas dificuldades também.

4) José confiou na soberania de Deus. A perseverança de José em fazer o bem revelou sua confiança de que Deus estava no controle de tudo. José passou anos trabalhando como escravo e na prisão. Mas Deus tinha domínio sobre tudo e estava esperando o tempo certo para mudar a situação de José. Precisamos confiar que, apesar da aparente demora do sofrimento passar, Deus continua no controle (Mateus 10:29-31 e Jó 42:2).

Vamos seguir o exemplo de José ao passarmos pelas dificuldades. Continuemos cumprindo com nossas responsabilidades diligentemente. Olhemos mais para os outros e menos para nós. Olhemos mais para Deus e evidenciemo-lo em nossas vidas. Confiemos na soberania de Deus.

-por Tomás Guidalli


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA