Estudos Bíblicos

A Pedra Moabita

Mais de 150 anos atrás, na cidade de Dibom (antiga capital do reino dos moabitas), foi encontrada uma pedra ou estela com uma inscrição sobre o reinado do rei Mesa no nono século a.C. Conhecida como a Pedra Moabita ou a Estela de Mesa (ou Mesha), essa inscrição se encontra atualmente no Museu do Louvre na França. Enquanto a inscrição fala da perspectiva do rei moabita, ela serve para confirmar vários fatos relatados na Bíblia.

O rei Mesa se identifica como adorador de Quemos, o principal deus dos moabitas. Séculos antes dessa inscrição, Moisés identificou Quemos como o deus desse povo (Números 21:29). O nome desse falso deus foi citado pelo profeta Jeremias, mais de 200 anos depois do reinado de Mesa, quando ele profetizou sobre a humilhação do povo de Quemos (Jeremias 48:7,13,46).

A Pedra Moabita fala sobre o domínio israelita sobre Moabe durante parte da dinastia de Onri, pai de Acabe, afirmando que Mesa conseguiu se livrar desse domínio. A Bíblia relata os mesmos fatos. Durante o reinado de Acabe, os moabitas foram sujeitos a Israel e pagavam tributo aos reis israelitas, mas Mesa se rebelou (2 Reis 3:4-5).

A inscrição de Mesa menciona por nome a tribo de Israel que habitava no território que foi anteriormente controlado pelos moabitas. Os homens da tribo de Gade receberam a permissão de Moisés para habitar naquela região (Números 32) e se estabeleceram depois da guerra de conquista de Canaã, com a bênção de Josué (Josué 22:1-6).

Enquanto ele se gabava de conquistas em honra do seu deus, Mesa citou por nome o Deus dos israelitas, usando o tetragrama YHWH ou YHVH que é traduzido nos dias de hoje com as palavras Yahweh, Jeová e Javé. Esse nome aparece mais de 6.000 vezes no Antigo Testamento, sendo traduzido em muitas Bíblias pela palavra SENHOR (escrito em maiúsculas).

Achados como a Pedra Moabita não provam a veracidade da Bíblia. Se ninguém nunca tivesse encontrado essa pedra, a Bíblia continuaria verdadeira e confiável. Os fatos citados acima foram registrados, transmitidos e traduzidos em diversos idiomas antes da descoberta daquela estela. A fé nas Escrituras não depende de corroboração externa, pois a Bíblia apresenta suas próprias evidências de autenticidade. Mas céticos enfrentam uma dificuldade cada vez maior quando pesquisas arqueológicas independentes reforçam as evidências de que a Bíblia seja verdadeira.

Deus revelou a verdade e deu para todos nós o privilégio de conhecê-la.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA