Estudos Bíblicos

Curativos Prejudiciais

Meus netos gostam de passar parte das suas férias na nossa casa e passam parte do tempo brincando com irmãos e primos. Inevitavelmente, acidentes resultam em pequenas feridas. Com certa frequência, alguém vai correndo para a avó pedindo um curativo.

Às vezes, a ferida é quase imperceptível e o curativo serve apenas como placebo. Em outras situações, a ferida superficial exige uma limpeza leve antes de aplicar o curativo. Mas feridas mais profundas precisam de mais atenção. Mesmo sendo um processo dolorido, a limpeza da ferida é importante antes de colocar o curativo que funciona, em parte, para promover a cicatrização. Profissionais de saúde frequentemente avisam sobre a necessidade de limpar o local e combater infecção antes da cicatrização.

Tal limpeza, porém, é desagradável. A criança chora enquanto um adulto mexe na ferida. A lavagem com água ou soro fisiológico pode doer. Alguns antissépticos causam ainda mais dor quando são aplicados. O pequenino pode até pedir para colocar o curativo sem mexer na ferida, mas isso pode ser prejudicial e permitir que uma infecção perigosa aumente sem ser percebida.

O povo de Judá, na época do profeta Jeremias, procurava curativos sem tratamento adequado das suas feridas. A realidade foi feia. Depois de gerações de desrespeito para com Deus, a infecção incluía a sensualidade, idolatria, ganância e injustiça. Jeremias, sendo fiel à sua responsabilidade de pregar a verdade, tentava mexer para tratar o problema. As mensagens dele foram vistas como ofensivas e agressivas. Seu trabalho teve pouco efeito, porém, porque outros pregadores ofereceram mensagens suaves e agradáveis. Colocaram curativos para confortar os ouvintes, sem tratar as infecções.

Deus disse: “Curam superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: ‘Paz, paz’; quando não há paz” (Jeremias 8:11). Ele falou que o povo havia se desviado do caminho e não dava ouvidos à palavra dele: “Persiste no engano e não quer voltar. Eu escutei e ouvi, mas eles não falam o que é reto. Ninguém se arrepende da sua maldade. Ninguém pergunta: ‘O que foi que eu fiz de errado?’... o meu povo não conhece o juízo do SENHOR” (Jeremias 8:5-7).

Sem arrependimento e submissão a Jesus, não há esperança da salvação (Mateus 28:18-20; Marcos 16:16; Atos 2:38; João 12:48). É muito comum ouvir palavras confortantes assegurando a vida eterna de pessoas que não ouvem a palavra do Senhor, mas tais palavras são mentiras.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA