Estudos Bíblicos

Sermão do Monte (16)

Melhor que os Religiosos?

“Aquele, pois, que desrespeitar um destes mandamentos, ainda que dos menores, e ensinar os outros a fazer o mesmo, será considerado mínimo no Reino dos Céus; aquele, porém, que os observar e ensinar, esse será considerado grande no Reino dos Céus. Porque eu afirmo que, se a justiça de vocês não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrarão no Reino dos Céus” (Mateus 5:19-20).

Quando um padre ou pastor chega ao local de uma conversa qualquer, o tom e até vocabulário das pessoas mudam? Quando uma pessoa aflita encontra um desses religiosos, ela pede orações ou talvez uma bênção? Tais comportamentos ilustram a opinião popular de que líderes espirituais estejam mais próximos a Deus do que as pessoas “comuns”.

Não foi diferente no tempo de Jesus. Os líderes religiosos foram respeitados como pessoas dedicadas ao Senhor, e até temidos por causa da sua influência na comunidade (observamos um exemplo disso em João 9:13-34). Esses líderes, vistos como o padrão de justiça, até falsamente acusavam Jesus de não guardar a lei. O povo ficava confuso e dividido. Como Jesus responderia diante desse cenário? As palavras dele, certamente, foram surpreendentes.

Jesus não incentivou desrespeito pela lei. Pelo contrário, ele frisou a importância de obedecer a todos os mandamentos. Nisso, ele não negou que ele veio para cumprir a lei e dar uma aliança superior (Mateus 5:17-18; Jeremias 31:31-34; Hebreus 8:6-13), mas este novo testamento entraria em vigor somente após a sua morte (Hebreus 9:15-17). Durante o ministério de Jesus, a lei dada por meio de Moisés continuava em vigor. Desrespeitar a lei seria desrespeitar o Senhor que a revelou. O judeu que não respeitava a primeira aliança quando ela vigorava não seria um cristão obediente à nova aliança que Cristo anunciou.

Mateus 5:20 traz uma surpresa para os ouvintes. Jesus disse que os cidadãos do reino dele teriam de ser muito mais justos do que os líderes religiosos que o povo respeitava! Exceder a justiça dos escribas e fariseus como? Em quantidade? Se os fariseus jejuavam duas vezes por semana, os cristãos teriam de jejuar três? Se os escribas davam dez porcento da sua renda, os discípulos de Jesus dariam vinte? Esse não é o ponto. Os seguidores de Jesus teriam de ser mais justos porque seu serviço começaria com o coração, e não com as rigorosas tradições dos religiosos. A partir de Mateus 5:21, Jesus explicará a qualidade da justiça que ele exige.

-por Dennis Allan


Sermão do Monte (Série)

ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA