Estudos Bíblicos

Sermão do Monte (19)

Adultério no Coração

“Vocês ouviram o que foi dito: “Não cometa adultério.” Eu, porém, lhes digo: todo o que olhar para uma mulher com intenção impura, já cometeu adultério com ela no seu coração.” Para enfatizar a gravidade do assunto, Jesus acrescentou:

“Se o seu olho direito leva você a tropeçar, arranque-o e jogue-o fora. Pois é preferível você perder uma parte do seu corpo do que ter o corpo inteiro lançado no inferno. E, se a sua mão direita leva você a tropeçar, corte-a e jogue-a fora. Pois é preferível você perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro ir para o inferno” (Mateus 5:27-30).

É interessante observar como os escribas e fariseus, talvez os religiosos mais respeitados na época de Jesus, mostraram atitudes iguais aos homens carnais que praticavam e incentivavam a impureza. Quantos homens hoje, até homens casados, defendem a ideia de que “pode olhar, só não pode tocar”?

O cristão não pode se contentar com a sabedoria de homens carnais, nem com as desculpas técnicas de alguns religiosos. Seu padrão é a santidade de Jesus Cristo. Quando valorizamos as palavras do Senhor, observamos nesses versículos alguns pontos importantíssimos. Entre eles:

O adultério é pecado. Pessoas podem tentar justificar suas decisões de ceder aos sentimentos e aos desejos carnais, mas a palavra de Jesus é clara.

Olhar com intenções impuras é pecado. Sexo é um negócio lucrativo. A sensualidade no entretenimento e moda e toda a indústria da pornografia dependem do interesse carnal de perverter a pureza do sexo. O que Deus criou como parte importante e exclusiva do casamento se apresenta como oferta para gratificação imediata na alimentação de fantasias impuras.

Vale a pena realizar uma cirurgia espiritual radical. Eu gosto do meu olho direito e da minha mão direita. Imagino que você, também, valorize esses membros do corpo. Quando Jesus fala de arrancar o olho e amputar a mão, ele chama a nossa atenção. A cirurgia física de eliminar tais membros do corpo ainda não resolve o problema do pecado. Jesus não está incentivando a automutilação física, e sim a decisão radical de sacrificar prazeres e desejos preciosos para purificar as nossas mentes.

A sabedoria do mundo incentiva a poluição mental, que destrói o alicerce do relacionamento íntimo e exclusivo do casamento. A sabedoria de Jesus não somente protege o casamento como preserva a alma do pecado que leva à condenação.

Servir a Jesus exige sacrifícios radicais, mas vale a pena!

-por Dennis Allan


Sermão do Monte (Série)

ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA