Estudos Bíblicos

Sermão do Monte (27)

Orações Ouvidas

“Portanto, orem assim:

‘Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia nos dá hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também perdoamos aos nossos devedores; e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal [pois teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém]!’” (Mateus 6:9-13).

Você provavelmente ouviu esta oração muitas vezes. Pode ser a primeira oração que você aprendeu a recitar. Talvez ela ainda faça parte das suas práticas religiosas. Como palavras faladas pelo próprio Senhor Jesus, a oração conhecida como “O Pai Nosso” ocupa um lugar de honra entre as pessoas que desejam servir-lhe.

Jesus deseja mais do que a memorização e recitação dessas palavras.

Ele acabou de falar sobre orações ineficazes por sua hipocrisia ou falta de entendimento de Deus. Quando estudamos o modelo de oração apresentado aqui, devemos evitar esses erros: orações que exaltam o ser humano ou que ignoram a grandeza de Deus.

Jesus deu um modelo para ser compreendido, não apenas repetido. Esse modelo mostra elementos importantes para nossas conversas com Deus. Devemos refletir sobre as características de orações ouvidas pelo Senhor.

Quando falamos com Deus, devemos dar glória e honra para ele. Ele está no céu. O nome dele é santificado, separado e superior a qualquer outro nome.

A vontade de Deus é muito mais importante do que a nossa. Ele é o Soberano sobre os céus e a terra, e todos os seus sujeitos se dedicam à realização da vontade dele.

Dependemos de Deus, até pelas coisas mais básicas da vida. Nossa comida e até o ar que respiramos vêm da generosidade do Criador. Observação: Jesus dedicou apenas uma linha às coisas materiais em uma oração com ênfase espiritual.

Precisamos do perdão. Pecado é uma ofensa contra Deus. Ele é o único capaz de perdoar os nossos pecados. A mensagem central do evangelho é a redenção oferecida exclusivamente em Cristo. Para receber o perdão, precisamos nos mostrar dispostos a perdoar as ofensas de outras pessoas contra nós. Jesus reforçou este ensinamento em uma parábola poderosa registrada em Mateus 18:23-35.

Deus não somente oferece perdão pelos pecados que já cometemos; ele nos ajuda a evitar o pecado. Todos nós enfrentamos tentações, e devemos procurar a ajuda do Senhor para nos livrar das ciladas do pecado.

Como devemos orar? Ninguém melhor do que Jesus para responder!

-por Dennis Allan


Sermão do Monte (Série)

ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA