Estudos Bíblicos

Pedir e Ganhar

Jesus Cristo disse: “Peçam e lhes será dado; busquem e acharão; batam, e a porta será aberta para vocês. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, a porta será aberta” (Lucas 11:9-10). Que prato cheio para as pessoas egoístas que querem que Deus se torne servo obrigado a satisfazer todos os seus desejos. É só pedir e ele dará. Beleza!

Tal entendimento, porém, reflete uma distorção do texto e uma perversão do ensinamento bíblico sobre a natureza de Deus. Vamos considerar essas promessas de Jesus no seu contexto.

O contexto em Lucas 11 claramente se refere à bênção espiritual de comunhão com o Espírito Santo. Da mesma forma que pais carnais dão alimento físico para seus filhos (Lucas 11:11-12), o Pai celestial dá o Espírito Santo àqueles que buscam com sinceridade. O Senhor promete comunhão com Pai, Filho e Espírito Santo para todos que se tornam seus discípulos (Mateus 28:19). Encontramos as mesmas promessas de Lucas 11 no registro do Sermão do Monte. Jesus insere essas promessas entre instruções sobre as coisas santas e a importância de entrar no caminho difícil e apertado que leva à vida eterna (leia Mateus 7:6-14). Usar as promessas de Lucas 11:9-10 e outros trechos semelhantes como promessas de prosperidade material é torcer o texto para fins carnais e materialistas. Tiago claramente condenou pedidos egoístas para satisfazer nossos próprios desejos (Tiago 4:1-3).

Tratar Jesus como um gênio que sai da sua lâmpada para ceder desejos é uma banalização de Deus. O Criador do Universo não existe com o propósito de satisfazer os caprichos de filhos mimados e egoístas. Deus não nos deve nada, mas nós, como suas criaturas, lhe devemos nosso temor e obediência. Salomão disse: “De tudo o que se ouviu, a conclusão é esta: tema a Deus e guarde os seus mandamentos, porque isto é o dever de cada pessoa” (Eclesiastes 12:12). A criatura deve adorar e servir o Criador. É uma perversão dessa ordem quando criatura adora outra criatura (Romanos 1:25). Seria uma profanação maior ainda ensinar que o Criador se submete à vontade das criaturas!

Em Lucas 11, Jesus ensinou seus discípulos como orar. Um dos apóstolos presentes ensinou, depois, que as orações devem ser oferecidas por pessoas obedientes (1 João 3:22), confiantes que ele ouve os pedidos feitos de acordo com a vontade divina, não a vontade humana (1 João 5:14).

Vamos buscar as bênçãos espirituais e nos livrar do egoísmo carnal.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA