Estudos Bíblicos

Salomão: Decisões Ruins Trazem Consequências

O fatalismo, o conceito que tudo acontece conforme um destino fixo e inalterável, aparece nos pensamentos de alguns filósofos antigos e modernos. No pensamento popular, essa noção surge em comentários que mostram a ideia de um tempo predeterminado para a morte de cada indivíduo (“ainda não chegou a hora dele”, por exemplo).

Essa doutrina nega tanto o livre arbítrio como o acaso. Salomão, na aplicação da sabedoria que Deus lhe deu, mostrou a sua crença na capacidade da pessoa a influenciar seu futuro e, também, na realidade do acaso. Ele não foi fatalista. Vamos observar algumas coisas que Salomão ensinou sobre as consequências negativas dos atos humanos.

Salomão ensinou que as decisões humanas ruins prejudicam o futuro da própria pessoa, tanto nesta vida como na eternidade. Entre suas afirmações estão estas:

“Quem trabalha com a mão ociosa fica pobre” (Provérbios 10:4).

“A desgraça persegue os pecadores” (Provérbios 13:21).

“Aquele que se deixa levar pela ira terá de sofrer o castigo” (Provérbios 19:19).

Seria errado tentar se esquivar das implicações desses ensinamentos, sugerindo que o homem é predestinado a praticar o mal, porque o mesmo autor diz que o próprio homem decide fazer o mal e traz sobre si consequências justas:

“Quem vigia as suas palavras conserva a sua vida, mas o que fala demais arruína a si mesmo” (Provérbios 13:3).

“Quem é ávido por lucro desonesto arruína a sua casa” (Provérbios 15:27).

“A boca do tolo é a sua própria destruição, e os seus lábios são uma armadilha para a sua alma” (Provérbios 18:7).

“O ímpio é derrubado pela sua maldade” (Provérbios 14:32).

Se o destino de cada pessoa fosse predeterminado e imutável, não faria sentido ensinar sobre os perigos das decisões más. Os escritos de Salomão e dos outros autores da Bíblia enfatizam a importância de escolher bem e evitar os maus caminhos que levam às consequências ruins.

A autoridade máxima sobre esse assunto é o próprio Jesus Cristo, que claramente chamou os ouvintes a escolherem seu caminho: “Entrem pela porta estreita! Porque larga é a porta e espaçoso é o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela. Estreita é a porta e apertado é o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que o encontram” (Mateus 7:13-14).

Seu destino não foi predeterminado. Você decide o seu próprio caminho e escolhe seu próprio destino. Escolha bem!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA