Estudos Bíblicos

Ingênuo Significa Inocente?

Quando pesquiso sinônimos da palavra “ingênuo”, a palavra “inocente” aparece. E quando faço o inverso, ingênuo aparece como sinônimo de inocente. Em muitas situações, as duas palavras realmente são intercambiáveis. O problema com sinônimos, porém, é que normalmente existem diferenças de significado que podem causar confusão em alguns contextos.

Quando falamos de inocência no sentido de simplicidade ou ignorância, característica de crianças pequenas ou de outras pessoas não instruídas, podemos substituir pela palavra ingenuidade sem alterar o significado.

Quando usamos inocência para dizer livre de culpa, porém, não podemos substituir pela palavra ingenuidade. Uma pessoa pode agir sem conhecimento — na simplicidade, ingenuidade e ignorância — e ainda ser culpada e sofrer consequências.

Entendemos esse fato no contexto legal. Alguém que dirige sem habilitação válida, mesmo não sabendo dessa exigência legal, pode ser punido. Quem não paga imposto de renda, mesmo sendo ignorante das leis, pode enfrentar multas e outras consequências.

Salomão deu um excelente exemplo da ingenuidade que leva a consequências gravíssimas. Ele descreve um jovem: “...vi entre os ingênuos, e descobri entre os jovens um que não tinha juízo” (Provérbios 7:7). Esse jovem é seduzido por uma mulher e cai no pecado do adultério. Ingênuo? Com certeza. Inocente no sentido de ser livre de culpa e isento de consequências? Claro que não! O texto fala do destino desse rapaz simples: “E, num instante, ele a seguiu, como um boi que vai para o matadouro; como um animal que corre para a armadilha, até que uma flecha lhe atravesse o coração. Ele era como a ave que corre para dentro do alçapão, sem saber que isto lhe custará a vida” (Provérbios 7:22-23).

A simplicidade não nos protege das consequências de violar as leis da natureza. A gravidade afeta igualmente os professores de física e as crianças sem noção.

A ingenuidade não nos livra de obrigações impostas pelo governo. Quantas pessoas aprenderam isso quando caíram na malha fina e foram obrigadas a pagar impostos acrescidos de multas?

A ignorância não nos isenta de responsabilidade diante de Deus. Podemos buscar o perdão divino pelos nossos pecados, inclusive pelos que foram cometidos na ignorância, mas não deixam de ser pecados! Quando se trata da culpa diante de Deus, a ignorância não é defesa.

Deus, nas Escrituras, nos oferece a liberdade que vem pelo conhecimento da verdade (João 8:32).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA