Estudos Bíblicos

A Primeira Páscoa em Canaã

A Páscoa foi inaugurada por Deus quando ele libertou os israelitas da escravidão no Egito (Êxodo 12:1-28). Além do seu papel na salvação dos hebreus naquele momento, o sacrifício do cordeiro foi uma maneira de ensinar sobre a redenção que viria posteriormente por meio de Jesus Cristo (1 Coríntios 5:7). Deus mandou que os israelitas continuassem comemorando a Páscoa depois de chegar na terra de Canaã, dando ao rito importância para toda a história do povo: “Portanto, guardem isto por estatuto para vocês e para os seus filhos, para sempre. E, quando estiverem na terra que o SENHOR lhes dará, como prometeu, observem este rito. Quando os seus filhos perguntarem: ‘Que rito é este?’, respondam: ‘É o sacrifício da Páscoa ao SENHOR, que passou por cima das casas dos filhos de Israel no Egito, quando matou os egípcios e livrou as nossas casas’” (Êxodo 12:24-27).

Os próximos 40 anos foram difíceis e trágicos. A descrença do povo causou a morte de uma geração no deserto, mas Deus não se esqueceu das suas promessas. Exatamente 40 anos depois da Páscoa original no Egito, os israelitas se encontraram no vale do Jordão, ao lado ocidental do rio. Acabaram de atravessar o rio para entrar na terra que Deus prometeu a Abraão, Isaque, Jacó e seus descendentes.

Sob a liderança de Josué, o povo celebrou a Páscoa: “Enquanto os filhos de Israel estavam acampados em Gilgal, celebraram a Páscoa no dia catorze do mês, à tarde, nas campinas de Jericó” (Josué 5:10). Deus havia prometido a Abraão e seus descendentes três coisas: (1) Uma nação especial, (2) Uma terra própria, (3) Bênçãos para todas as famílias da terra por meio da descendência de Abraão (Gênesis 12:1-3).

Na primeira Páscoa, celebrada no Egito, Deus chamava o povo para sair da escravidão e se tornar o povo especial da promessa. Na primeira Páscoa na terra de Canaã, ele reforçou a promessa de entregar à mesma nação sua própria terra. O cumprimento da terceira promessa demoraria ainda quase 1.500 anos, mas seria marcado por outra Páscoa. Jesus foi crucificado na Páscoa para se tornar nosso Cordeiro Pascal.

As primeiras duas promessas foram recebidas pelos hebreus, descendentes de Abraão, Isaque e Jacó. A terceira, porém, inclui todas as nações, inclusive os povos descritos na Bíblia como gentios, “para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios, em Cristo Jesus, a fim de que recebêssemos, pela fé, o Espírito prometido” (Gálatas 3:14). Que Deus seja louvado!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA