Estudos Bíblicos

Não Brinque com Deus!

Moisés dedicou as últimas quatro décadas da sua vida à difícil tarefa de educação do povo de Israel no caminho do Senhor. Nas suas semanas finais, ele reforçou todo seu ensinamento na série de discursos registrados no livro de Deuteronômio. Em um estudo recente desse livro, fixei minha atenção no seguinte aviso desse grande líder espiritual:

“Que entre vocês não haja homem, nem mulher, nem família, nem tribo cujo coração hoje se desvie do SENHOR, nosso Deus, e vá servir os deuses destas nações. Que não haja entre vocês raiz que produza erva venenosa e amarga, ninguém que, ouvindo as palavras desta maldição, se abençoe no seu íntimo, dizendo: ‘Terei paz, mesmo que eu ande na teimosia do meu coração’, pois isso destruiria a terra molhada com a seca. O SENHOR não estará disposto a perdoá-lo; pelo contrário, a ira do SENHOR e o seu zelo se acenderão sobre tal homem, e toda maldição escrita neste livro cairá sobre ele; e o SENHOR apagará o nome desse homem da face da terra” (Deuteronômio 29:18-20).

Essa advertência foi dada a Israel nas vésperas da sua chegada à terra prometida. Não vivemos sujeitos à Lei que Moisés transmitiu a esse povo, mas o mesmo Deus que falou aquelas palavras fortes continua governando todos nós. Vale a pena pensar no que Moisés disse ao povo escolhido. Consideremos alguns aspectos do seu aviso:

(1) Ninguém deve rejeitar o verdadeiro Deus para servir a falsos deuses. A idolatria e sua exaltação de deuses inventados por homens sempre foi uma das mais graves ofensas possíveis. Comparável à traição de um cônjuge que comete adultério, a infidelidade para com Deus traz sua ira sobre suas criaturas.

(2) A desobediência traria castigo, uma raiz que brota folhas amargas e venenosas. O autor de Hebreus, no Novo Testamento, empregou praticamente a mesma linguagem para avisar os cristãos do perigo de abandonar o Senhor (Hebreus 12:15).

(3) Há um perigo real de se enganar com uma falsa noção de impunidade. Como é fácil interpretar a demora na justiça divina como permissão para desrespeitar a vontade de Deus. É comum ouvir comentários minimizando as advertências das Escrituras com ousadas afirmações: “Deus não me castigará por isso”. Cuidado! Ele prometeu os mais severos castigos para as pessoas que pensam assim!

Moisés, mais do que qualquer outra pessoa do Antigo Testamento, conheceu o Senhor. Ele entendeu que ninguém deve brincar com Deus. Faremos bem refletindo sobre suas advertências!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA