Estudos Bíblicos

Compaixão na Vitória

O quinto capítulo do livro de Juízes é um cântico de vitória no qual Débora e Baraque louvam a Deus depois de livrar os israelitas da opressão de Jabim e Sísera. Eles elogiam a coragem daqueles que assumiram riscos no campo de batalha e criticam seus compatriotas que optaram por não se envolver. O tom do cântico, do começo ao fim, é de adoração a Deus pelo livramento.

Alguns versos do hino, quase no final, refletem a compaixão de Débora nesse momento de vitória. Depois de falar sobre a morte do comandante Sísera, um dos dois principais adversários de Israel, ela diz:

“A mãe de Sísera olhava pela janela e exclamava pela grade: ‘Por que tarda em vir o seu carro? Por que se demoram os passos dos seus cavalos?’

As mais sábias das suas damas respondem, e até ela a si mesma respondia: ‘Não é verdade que acharam e estão repartindo os despojos? Uma ou duas moças para cada homem; tecidos de várias cores para Sísera, tecidos de várias cores de bordados; um ou dois tecidos bordados, para o pescoço da esposa’” (Juízes 5:28-30).

A vitória foi grande e a punição dos opressores foi merecida, mas uma mãe perdeu seu filho, e Débora não ignorou esse fato. Podemos aproveitar algumas lições da compaixão demonstrada nas suas palavras. Entre elas:

(1) Quando malfeitores são castigados, outros sofrem também. Crimes contra a sociedade e pecados contra Deus podem trazer sobre o ofensor graves consequências. Podemos até agradecer a Deus quando a justiça é aplicada, como Débora fez no seu cântico. Mas o castigo do malfeitor, muitas vezes, atinge pessoas inocentes. Mães perdem filhos. Cônjuges e filhos sofrem quando criminosos são presos. Podemos apoiar a justiça, mas é certo sentir compaixão das vítimas inocentes.

(2) Amor aos inimigos reflete uma atitude divina. Jesus corrigiu a atitude comum quando ensinou amor para com os inimigos: “Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo.’ Eu, porém, lhes digo: amem os seus inimigos e orem pelos que perseguem vocês, para demonstrarem que são filhos do Pai de vocês, que está nos céus. Porque ele faz o seu sol nascer sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos... Portanto, sejam perfeitos como é perfeito o Pai de vocês, que está no céu” (Mateus 5:43-45,48).

Podemos contar com a justiça de Deus, e devemos apoiar a distinção que ele faz entre os justos e os injustos. Mas, vamos nos lembrar, também, da compaixão e amar os inimigos.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA