Estudos Bíblicos

A Opressão do Povo Escolhido

A nação de Israel ocupa um lugar especial no Antigo Testamento, pois era o povo eleito por Deus para cumprir suas grandes promessas. Deus descreveu Israel como seu primogênito, a nação elevada acima das outras (Êxodo 4:22). Ele entrou em uma aliança exclusiva com esse povo, e exigia a consagração total da nação ao seu serviço (Levítico 11:44-45). Conforme promessas feitas séculos antes a Abraão, Isaque e Jacó, Deus entregou aos israelitas uma terra especial (Josué 21:43-45). O livro de Josué descreve a conquista e repartição da terra de Canaã.

O próximo livro, Juízes, continua o registro da história de Israel nas gerações depois de Josué (Juízes 1:1). Apesar de incluir algumas histórias bonitas, o livro é um dos mais tristes na Bíblia por falar muito da infidelidade e do sofrimento da nação escolhida. Ao longo desse período de três séculos, Deus usou, pelo menos, seis povos diferentes para castigar ou oprimir seu povo.

(1) Mesopotâmia. Deus usou Cusã-Risataim, rei da Mesopotâmia, para oprimir seu povo por 8 anos (Juízes 3:8). A segunda parte do nome desse rei significa “maldade dobrada”, refletindo sua crueldade em lidar com seus adversários.

(2) Moabe. O rei Eglom dominou os israelitas durante 18 anos (Juízes 3:14).

(3) Canaã. O rei Jabim e seu comandante Sísera oprimiram o povo de Israel por 20 anos (Juízes 4:3).

(4) Midiã. Os midianitas prevaleceram sobre o povo escolhido por 7 anos, invadindo a terra e destruindo sua produção agropecuária, deixando o povo a passar fome (Juízes 6:1-6).

(5) Amom e Filístia. Em consequência da idolatria do povo de Israel, Deus usou essas nações como opressores durante 18 anos (Juízes 10:6-9).

(6) Filístia. A última opressão citada no livro veio dos filisteus, que afligiram os israelitas durante 40 anos (Juízes 13:1).

Em todos os casos citados, a opressão terminou quando Deus mandou um libertador ou juiz para livrar o povo. Ele castigou os israelitas como um pai disciplina um filho, para o bem da nação eleita. Os castigos foram duros porque o povo se mostrou obstinado e rebelde.

O sofrimento nas nossas vidas vem por vários motivos, mas nem sempre como castigo divino. Mas devemos lembrar que Deus é capaz de nos corrigir por meio de castigos. “Meu filho, não rejeite a disciplina do SENHOR, nem se aborreça com a sua repreensão. Porque o SENHOR repreende a quem ama, assim como um pai repreende o filho a quem quer bem” (Provérbios 3:11-12, citado em Hebreus 12:5-6).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA