Estudos Bíblicos

Cansando o Senhor

João Batista foi enviado para preparar o caminho de Jesus. Suas pregações diretas no deserto da Judeia focaram a necessidade do arrependimento urgente do povo judeu (Mateus 3:1-10).

Malaquias foi enviado, em parte, para preparar o caminho de João Batista. Como o último profeta literário do Antigo Testamento, sua tarefa foi alertar o povo sobre suas tendências de voltar à rebeldia contra Deus. Malaquias acompanhou o processo da reconstrução de Jerusalém depois da volta do povo do exílio na Babilônia, apontando os erros que ameaçavam destruir a nação novamente. Uma das suas profecias é citada por Marcos, explicando o trabalho de João Batista para anunciar a chegada iminente do reino dos céus (Marcos 1:2,4; Malaquias 3:1).

Quando consideramos apenas o versículo citado por Marcos, é fácil imaginar o trabalho de João, e até a missão de Malaquias, como tarefas agradáveis. João anunciava a vinda de Jesus Cristo, o próprio Senhor chegando ao seu templo: “Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim. De repente, o Senhor, a quem vocês buscam, virá ao seu templo” (Malaquias 3:1).

Não devemos, porém, imaginar Jesus chegando com uma postura meiga e simpática, passando a mão na cabeça das pessoas. E nem devemos imaginar todos recebendo Jesus com braços abertos. Em alguns momentos do seu ministério, Jesus foi seguido por multidões. Mas em praticamente todos os momentos, havia adversários procurando meios de derrubar o Mestre.

O contexto da profecia de Malaquias 3:1, citada em Marcos 1:2, esclarece muito. No versículo anterior, esse profeta criticou a perversão da distinção entre certo e errado por parte do povo: “Vocês estão cansando o SENHOR com as suas palavras, e ainda perguntam: ‘Em que nós o cansamos?’ Nisso de dizerem: ‘Aqueles que fazem o mal passam por bons aos olhos do SENHOR, e é desses que ele se agrada.’ Ou: ‘Onde está o Deus da justiça?’” (Malaquias 2:17). Deus estava cansado da libertinagem do povo que não respeitava seus ensinamentos. Em seguida, ele mostra que a chegada do Senhor não seria um momento bom para a maioria. Com certeza, Jesus viria para salvar, mas as consequências para todos que rejeitam o Salvador são graves: “Mas quem poderá suportar o dia da sua vinda? E quem poderá subsistir quando ele aparecer?” e “Virei até vocês para juízo” (Malaquias 3:2,5).

Deus não brinca com a perversão da sua vontade. Nós não devemos cansar o Senhor com nossa desobediência.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA