Estudos Bíblicos

Sua Hora Chegou!

Durante mais de três anos do seu ministério, Jesus andou pelas regiões da Galileia, Judeia e outras ciente da sua missão. Ele sabia onde, como e quando morreria para cumprir o plano eterno para oferecer a salvação a todos. No início do seu trabalho público, alguns queriam apressar as coisas. Sua família queria que ele se manifestasse abertamente. Seus adversários queriam matá-lo logo. Jesus, porém, nunca vacilou. Ele sabia que a sua hora ainda não havia chegado (João 2:4; 7:6,8,30; 8:20).

Antes de começar sua última caminhada para Jerusalém, Jesus falou para seus apóstolos sobre o que aconteceria. Os relatos do Evangelho registram três ocasiões nas quais ele disse claramente que seria preso e morto, mas que ressuscitaria no terceiro dia. Logo depois da grande confissão de Pedro, “Desde esse tempo, Jesus começou a mostrar aos seus discípulos que era necessário que ele fosse para Jerusalém, sofresse muitas coisas nas mãos dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, fosse morto e, no terceiro dia, ressuscitasse” (Mateus 16:21, registrado também em Marcos 8:31 e Lucas 9:22). Ainda na Galileia, ele falou a mesma coisa em outro momento (Mateus 17:22-23; Marcos 9:31; Lucas 9:44).

Quando Jesus e seus discípulos estavam subindo para Jerusalém, ele reforçou seu aviso: “Eis que subimos para Jerusalém, e o Filho do Homem será entregue aos principais sacerdotes e aos escribas. Eles vão condená-lo à morte e entregá-lo aos gentios para ser zombado, açoitado e crucificado; mas, ao terceiro dia, ressuscitará” (Mateus 20:17-19; Marcos 10:32-34; Lucas 18:31-34).

A segunda metade do evangelho de João, a parte do livro que trata principalmente da semana da crucificação de Jesus, reflete esse progresso no plano divino. Durante três anos, Jesus falava que sua hora não havia chegado. Nesses últimos dias, ele falou que a hora chegou! Logo após a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, ele disse “É chegada a hora de ser glorificado o Filho do Homem” (João 12:23). Ele sabia que sua morte, um passo crítico para cumprir sua missão, estava iminente (João 13:1), e pediu para o Pai completar esta obra de glorificação do Salvador (João 17:1).

Na continuação desse estudo, vamos ainda observar como os líderes dos judeus recuaram temporariamente, uma decisão que poderia ter atrapalhado o plano, se não fosse Deus no controle! De fato, Jesus seria sacrificado onde, como e quando o Pai havia determinado.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA