Estudos Bíblicos

Quem Controlou o Relógio?

O relógio tem lugar super importante nas nossas vidas. Se deixar passar a hora de pagar uma conta, paga multa. Se atrasar para uma prova importante, perde a oportunidade. Se chutar a bola depois do juiz apitar, mesmo se teria acertado o gol, pode perder o jogo.

Durante todos os anos que Jesus andou na Terra, as horas estavam passando em uma contagem regressiva. Em dois artigos recentes, consideramos evidências desse fato, pois o trabalho de Jesus foi realizado com plena consciência desse cronograma estabelecido por Deus. Jesus seria morto no lugar, na data e da maneira determinada pelo Pai.

Os líderes dos judeus, que se tornaram adversários de Jesus, não estavam preocupados com esse relógio divino. Eles simplesmente queriam se livrar de Jesus de Nazaré. Tentaram várias vezes, mas não conseguiram, porque não havia chegado a hora.

A contagem regressiva continuou, e Jesus anunciou aos discípulos que ele seria preso em Jerusalém e condenado à morte. Ele sabia como, onde e quando morreria, e subiu para Jerusalém poucos dias antes da Festa da Páscoa. Lá, ele disse para os discípulos que seria entregue para ser crucificado depois de dois dias (Mateus 26:1-2). Naquela semana, ele se colocou à disposição dos adversários, até confrontando os líderes religiosos no templo.

E eles recuaram! Quando reuniram para decidir como prender e matar Jesus, decidiram esperar, dizendo: “Não durante a festa, para que não haja tumulto entre o povo” (Mateus 26:5). Estragaram o cronograma de Deus? Claro que não! Eles estavam tramando contra Deus. Mesmo quando achavam que sua vitória sobre Jesus estava próxima, o Senhor continuou no controle.

Como faz um mestre de xadrez que prevê os movimentos do seu adversário, Deus sabia como vários homens reagiriam ao seu Filho, e sabia que os líderes em Jerusalém não eram as únicas peças no tabuleiro. Um dos próprios discípulos de Jesus, com suas más intenções de ganhar dinheiro pela traição do seu Mestre, ofereceu uma oportunidade irresistível aos principais sacerdotes. Judas Iscariotes fez uma proposta que permitiu que tomassem Jesus naquela mesma semana (Mateus 26:14-16).

O resultado? Todos que tramavam contra Jesus se acharam capazes de derrotar o Criador do Universo. Não perceberam que o Soberano Deus exercia controle para alcançar seus objetivos. Jesus foi crucificado perto de Jerusalém na Páscoa, como sacrifício para nos salvar dos nossos pecados. Que Deus seja louvado!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA