Estudos Bíblicos

Fracos e Pequenos: Três Bebês Protegidos

No seu poder ilimitado, Deus é capaz de usar as menores coisas e as pessoas aparentemente insignificantes para realizar suas grandes obras. Paulo disse: “E Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são” (1 Coríntios 1:28). Entre os exemplos bíblicos que mostram esta maneira de Deus agir estão os casos de três bebês ameaçados de morte, mas poupados para cumprir seus papéis no plano divino.

Moisés, o libertador dos israelitas. Quando Moisés nasceu no Egito, a política do país foi uma de extermínio dos meninos hebreus para controlar o crescimento desse povo escravizado. Os pais de Moisés, tementes a Deus, jamais matariam seu filho. Durante três meses, esconderam o menino. Quando não foi possível escondê-lo, deixaram Moisés em um lugar na beira do rio onde foi visto e adotado pela princesa do Egito (Êxodo 2:1-10). Oitenta anos depois, Deus chamou Moisés para libertar os israelitas da escravidão (Êxodo 3 e 4).

Joás, rei de Judá. Em um dos piores períodos da história de Israel e Judá, o casal que dominou o reino de Israel tentou tomar controle de Judá, também, pela influência da sua filha, Atalia, que se casou com um príncipe de Judá. O marido e o filho de Atalia serviram como reis em Judá. Mas quando o filho morreu, ela matou os descendentes do rei (seus próprios netos) e usurpou o poder. Uma mulher e um sacerdote idoso conseguiram salvar um bebê, filho do falecido rei, para continuar a linhagem dos descendentes de Davi. Alguns anos depois, o menino Joás foi coroado e sua avó maldosa foi morta. Por meio desse bebê, a linhagem real foi preservada. 800 anos depois, nasceria Jesus, descendente desse rei.

Jesus, o Salvador do mundo. Quando pensamos em Jesus como o Onipotente Criador, não faz muito sentido incluí-lo em uma lista de fracos e pequenos. Mas “ele se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se semelhante aos seres humanos” (Filipenses 2:7). Ele entrou nesse mundo como um bebê dependente e indefeso. Estava nessa condição quando o cruel e paranoico rei Herodes tentou, sem sucesso, matá-lo (Mateus 2:16-18). Jesus veio ao mundo para morrer, mas não na infância. Mais de 30 anos depois, o filho desse rei participou do processo de julgamento que levou à crucificação de Jesus como sacrifício pelos nossos pecados.

Bebês pequenos e fracos foram escolhidos e protegidos por Deus para cumprir seus eternos propósitos!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA