Estudos Bíblicos

O Filho Devolvido

Ana queria ter um filho, mas não conseguia engravidar. Ela sempre acompanhava o marido para servir ao Senhor, e aproveitou para se expressar a Deus e pedir a bênção de ser mãe. Prometeu que, se conseguisse ter um filho, este seria dedicado ao Senhor. Deus ouviu a oração de Ana. Ela ganhou um filho que recebeu o nome de Samuel. Quando este ainda era criança, Ana levou o menino ao sacerdote para servir ao Senhor em Siló. Ela explicou ao sacerdote: “Era por este menino que eu orava, e o Senhor Deus me concedeu o pedido que eu fiz. Por isso também o entrego ao Senhor. Por todos os dias que viver, será dedicado ao Senhor” (1 Samuel 1:27-28).

As palavras traduzidas “entrego” e “dedicado”, nesse texto, trazem a ideia de emprestar ou devolver. Ana recebeu seu filho como bênção do Senhor, uma maravilhosa resposta às suas orações, mas ela entendeu que o menino pertencia a Deus, e não a ela. Ela cumpriu a promessa feita quando pediu um filho (1 Samuel 1:11) e entregou seu filho pequeno. Samuel serviu ao Senhor durante toda a sua vida.

Como enxergamos os nossos filhos? Entregamos ou dedicamos os filhos a quem? Pais oferecem, pela sua conduta, respostas diferentes.

Alguns pais dedicam seus filhos a si mesmos. Não negando os princípios bíblicos que ensinam os filhos a respeitar e cuidar dos pais (Efésios 6:2; Mateus 15:4-6), devemos rejeitar o egoísmo dos pais que acreditam que os filhos existam para lhes servir durante toda a vida. Pais precisam entender que seus filhos vão crescer e tomar seus próprios rumos.

Outros pais se dedicam aos filhos de uma maneira exagerada e nada saudável. Pais que procuram sempre agradar aos filhos cometem um erro grave de colocar o filho no centro do Universo. Pais devem instruir os filhos, e estes devem ser obedientes e submissos (Efésios 6:1).

Ainda outros entregam seus filhos aos deuses deste mundo. Não ensinam os filhos a discernir entre certo e errado e deixam crianças ingênuas a mercê da sociedade e de pessoas que não se preocupam com o bem da criança, e muito menos com a vontade do Criador. A responsabilidade de educar filhos não fica com emissoras de televisão, programadores de vídeo games ou professores nas escolas. Deus deu esta responsabilidade aos pais: “E vocês, pais, não provoquem os seus filhos à ira, mas tratem de criá-los na disciplina e na admoestação do Senhor” (Efésios 6:4).

Ana recebeu seu filho do Senhor, e o dedicou ao seu Criador. Devemos imitá-la!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA