Estudos Bíblicos

Ana Exalta a Grandeza de Deus

A vida da mãe do profeta, juiz e sacerdote Samuel, uma linda história de fidelidade a Deus e de bênçãos divinas, fornece o pano de fundo para apreciar a oração poética que ela escreveu, registrada em 1 Samuel 2. O salmo de Ana inclui temas elaborados nos grandes hinos do povo judeu, um fato que não deve nos surpreender. O filho de Ana ungiu Davi, autor da metade do livro de Salmos, para ser rei de Israel. Hemã, bisneto de Ana, foi um dos principais dirigentes de canto no serviço religioso em Jerusalém (1 Crônicas 6:1-3). O zelo de Ana na adoração ao Senhor influenciou gerações depois dela, um excelente exemplo do papel importante de mães dedicadas.

Como outras grandes orações, o salmo de Ana frisa importantes características da natureza de Deus. Entre elas:

Deus é salvador (1 Samuel 2:1). 400 anos depois, o profeta Isaías transmitiu as palavras de Deus ao afirmar ser o único salvador: “Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há salvador” (Isaías 43:11). O apóstolo Pedro fez a mesma afirmação sobre Cristo, assim reconhecendo a divindade de Jesus: “E não há salvação em nenhum outro, porque debaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” (Atos 4:12).

Deus é santo (1 Samuel 2:2). A santidade de Deus pode ser entendida em dois sentidos. Primeiro, ele é puro e livre de qualquer pecado, assim servindo como exemplo que procuramos imitar (1 Pedro 1:15-16). O segundo sentido é além da imitação, porque ele é um ser divino, completamente distinto e superior aos seres que ele criou. Por isso, ele merece adoração, mas nenhuma criatura deve ser assim exaltada (Romanos 1:25).

Deus é firme e forte (1 Samuel 2:2,4,8,10). Ele é a Rocha que oferece refúgio aos fiéis e, ao mesmo tempo, o forte juiz que humilha e quebra os arrogantes e perversos.

Deus tem controle sobre a vida dos seres humanos (1 Samuel 2:6). Ana entendeu bem que Deus dá vida, pois ele abençoou esta serva com filhos. Ela reconheceu, também, que ele tem poder para tirar a vida.

Deus é o sábio e justo juiz (1 Samuel 2:3,10). A linguagem de Ana foi espelhada por Davi, que afirmou que Deus permanece no seu trono para julgar o mundo com justiça (Salmo 9:7-8) e por Paulo, que atribuiu o papel de juiz a Jesus (2 Coríntios 5:10).

Ana, inspirada por Deus, ensinou as mesmas doutrinas eternas que encontramos nos escritos posteriores de Davi, Isaías, Pedro, Paulo e outros. Exaltemos o mesmo e único Deus!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA