Estudos Bíblicos

A Inversão Enganadora

Há inúmeras maneiras de tentar atualizar o ensinamento bíblico. Alguns vão ao extremo de publicar versões revisadas de acordo com seus objetivos políticos. Muitos outros apelam às autoridades religiosas para interpretar e adaptar a mensagem. Ainda outros simplesmente ignoram os ensinamentos bíblicos que os incomodam. Em todas essas abordagens, podemos perceber dois problemas interligados: (1) A vontade humana, seja coletiva ou individual, se torna a autoridade máxima; (2) O processo começa no ponto de partida errado. Pessoas encontram nas Escrituras algumas coisas desagradáveis e se julgam capazes de melhorar a mensagem e corrigir os supostos erros.

Imagine a mesma abordagem às notícias atuais. Encontramos nos jornais muitas notícias desagradáveis que não se enquadram na nossa expectativa de como o mundo deve ser. Recentemente, li algumas manchetes que me perturbaram bastante, entre elas: “75% das vítimas de homicídio no país são negras”, “Em todo o mundo são realizados 56 milhões de abortos por ano”, “Número de mortes no mundo, por causa da COVID-19, passa de 1,9 milhão”. Eu gostaria de viver em um mundo sem racismo, sem aborto e sem pandemias. Então, posso publicar meu próprio jornal e rejeitar as fontes que discordam de mim? Mesmo se fosse possível fazer tal publicação, não mudaria a realidade. Eu estaria simplesmente recusando enxergar verdades reveladas por fontes confiáveis.

Essas abordagens erram na escolha do ponto de partida. Começando com um resultado “desagradável”, seres humanos se acham capazes de reescrever a Bíblia. Não gostando das implicações de alguns ensinamentos bíblicos, procuram “melhorar” a fonte. Rejeitam a existência de uma revelação divina que deve ser vista como autoridade sobre nós e elevam sua própria vontade, que se torna a autoridade máxima. Invertem o processo por começar com seus desejos atuais e não com o texto que alega ser a palavra de Deus.

Devemos fazer o contrário. Todos que buscam conhecimento da verdade devem avaliar as evidências para verificar a veracidade da fonte original. Devem considerar profecias bíblicas cumpridas e as palavras de testemunhas oculares que registraram os acontecimentos. Uma vez que verificam a veracidade da fonte original, terão a obrigação de respeitar seus ensinamentos. Depois de apresentar tais evidências, Pedro frisou a importância da aceitação da mensagem que veio do próprio Senhor (2 Pedro 1:16-21). Devemos prestar atenção!

-por Dennis Allan

ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA