Estudos Bíblicos

Jesus, Imanente e Transcendente

“Porque assim diz o Alto, o Sublime, que habita a eternidade e cujo nome é Santo: ‘Habito no alto e santo lugar, mas habito também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos’” (Isaías 57:15). Esse versículo apresenta um equilíbrio importante entre duas qualidades da natureza de Deus: a imanência e a transcendência. Ao longo dos séculos, filósofos e teólogos têm lutado com a aparente contradição desses dois conceitos, mas a Bíblia claramente afirma que ambos se aplicam a Deus.

Imanência, uma palavra que vem do latim, traz a ideia de permanecer ou habitar dentro. Aplicado a Deus, o termo descreve seu envolvimento com suas criaturas. Transcendência significa sublime e superior. Quando falamos da transcendência de Deus, afirmamos que ele existe na eternidade, acima da sua criação física, não limitado por espaço nem tempo.

A ideia de um Ser imanente e transcendente pode parecer logicamente contraditória, mas é exatamente o que Deus afirma sobre sua natureza. Completamente superior a nós, ele não pode ser mudado por alguma força da Natureza, mas isso não significa que ele vive desligado e distante de nós.

Alguns têm observado que afirmar transcendência sem a imanência nos levaria à doutrina do deísmo, enquanto declarar a imanência sem a transcendência seria ensinar o panteísmo. Ao defender essas duas qualidades do Senhor, a Bíblia nega tais distorções doutrinárias.

Jesus apresentou evidências desses dois atributos.

A própria encarnação é a maior demonstração possível da sua imanência. Jesus andou entre suas criaturas por mais de três décadas, tocando, curando, ensinando e convivendo com elas. Ele até enfrentou as mesmas tentações que nós encaramos: “Porque não temos sumo sacerdote que não possa se compadecer das nossas fraquezas; pelo contrário, ele foi tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado” (Hebreus 4:15).

Mesmo durante seu tempo aqui na Terra, porém, Jesus não negou sua sublimidade, sua transcendência. Ele se descreveu como eterno, o “Eu Sou” (João 8:24). Como a citação acima (Isaías 57:15) afirma que Deus habita no alto e santo lugar, o Novo Testamento diz a mesma coisa sobre Jesus: “O Filho...depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas, tendo-se tornado tão superior aos anjos...” (Hebreus 1:3-4).

Jesus é transcendente e imanente, porque ele é Deus.

-por Dennis Allan

A Divindade de Jesus: Outros Artigos

ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA