Estudos Bíblicos

Jesus, Onisciente

É possível que cristãos primitivos cantavam um hino de seis linhas registrado pelo apóstolo Paulo: “Aquele que foi manifestado na carne foi justificado em espírito,visto pelos anjos,pregado entre os gentios,crido no mundo,recebido na glória” (1 Timóteo 3:16).

Esse poema pode ser classificado como quiástico, em que os vários elementos são apresentados em esquema cruzado. Sem entrar nos detalhes desse conceito grego, basta observar que o mistério de Jesus, de Deus em carne, é visto aqui como um conjunto inseparável de aspectos espirituais e carnais. Do lado material ou terrestre, Jesus foi manifestado na carne, pregado entre os gentios e crido no mundo. Da perspectiva espiritual e celestial, o poema destaca Jesus como aquele que foi justificado em espírito, visto pelos anjos e recebido na glória.

Ao tomar a forma humana, Jesus se esvaziou (Filipenses 2:7) e se sujeitou a várias limitações humanas. Para experimentar as fraquezas humanas (2 Coríntios 13:4; Hebreus 4:15), ele pôde ter decidido não acessar conhecimento de alguns fatos (Mateus 24:36). A encarnação, porém, não significa que Jesus deixou de possuir ou que perdeu suas qualidades divinas: “Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade” (Colossenses 2:9). Ele é Deus onisciente, como observamos em diversas citações nas Escrituras.

Em alguns momentos, Jesus deixou transparecer sua onisciência. Natanael ficou admirado com o poder de Jesus de saber de acontecimentos que ele não presenciou no corpo (João 1:48). Jesus sabia quem o trairia (João 13:11). Ele percebeu a malícia dos pensamentos dos seus adversários (Mateus 12:25; 22:18; Lucas 6:8).

Os discípulos perceberam a onisciência de Jesus: “Agora vemos que o senhor sabe todas as coisas e não precisa que alguém lhe pergunte. Por isso, cremos que o senhor veio de Deus” (João 16:30). Em outro momento, Pedro disse: “O Senhor sabe todas as coisas; sabe que eu o amo” (João 21:17).

Se as pessoas que andavam com Jesus durante seu tempo na carne claramente perceberam sua onisciência, esse atributo do Senhor fica ainda mais evidente depois da sua volta ao Céu. Precisamos ver Jesus como ele é, reinando no Céu e demonstrando o poder e conhecimento de Deus. Da sua posição celestial, ele declarou: “...todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda mentes e corações, e retribuirei a cada um de vocês segundo as suas obras” (Apocalipse 2:23).

-por Dennis Allan

A Divindade de Jesus: Outros Artigos

ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2020 Karl Hennecke, USA