free bootstrap template

Estudos Especiais



Estudos Suspensos

Vídeo em Destaque

Devemos tolerar pecadores na igreja?


         

Artigo em Destaque

Esperando o Reino Messiânico

Zacarias era mais do que um pai orgulhoso de um recém-nascido saudável. Quando o Espírito Santo soltou a língua dele, o sacerdote pronunciou palavras esperançosas de louvor ao Deus que estava preparando para enviar a libertação esperada há muito tempo pelo povo. Ele revelou o papel importante de João como mensageiro do Senhor que traria a luz ao mundo (Lucas 1:67-79).


Simeão podia morrer contente. Ele tinha aguardado com paciência e confiança para ver que Deus não havia esquecido suas promessas. Quando fitou o rosto de uma criança, ainda com menos de seis semanas de vida, sabia que poderia partir deste mundo em paz (Lucas 2:25-35).


André transbordou com expectativas, baseadas em diversas profecias do Velho Testamento, quando correu para dizer ao irmão dele: "Achamos o Messias" (João 1:41).


Natanael tinha que ver para crer. Filipe havia dito as maravilhosas novas sobre seu encontro com aquele que veio para cumprir as profecias antigas, mas ele continuou cético. Jesus lhe ofereceu provas que apagaram suas dúvidas, e a confissão de Natanael expressou os elementos principais de grandes profecias sobre o reino: "Mestre, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel" (João 1:49).


Pouco tempo depois, Jesus pregou abertamente o evangelho do reino de Deus, afirmando: "O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo" (Marcos 1:15). "Vindo, porém, a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho" para redimir e reinar (Gálatas 4:4-7).


Há um elemento inegável de esperança quando passamos do Velho ao Novo Testamento. Pessoas que conheciam as Escrituras, especialmente os judeus, aguardavam a vinda do Rei que estabeleceria seu reino invencível. Embora o entendimento deles fosse obscuro, devido às limitações de seus pontos de vista políticos, não podemos negar o significado da expectativa messiânica.


Tal esperança era bem-fundamentada. Profetas do Antigo Testamento, eles mesmos incertos sobre os detalhes de cumprimento (1 Pedro 1:10-12), tinha apresentado uma imagem coerente do ungido líder do reino divino. Para apreciar melhor a base das expectativas messiânicas, vamos dar consideração breve àlguns exemplos de predições do Velho Testamento sobre o reino.


Deus Estabeleceria a Casa do Rei (2 Samuel 7:11-17)


Osonho da vida de Davi era edificar uma casa para Deus. Ele tinha sido abençoado com um palácio real e com domínio sobre os seus inimigos. Agora, ele pensou na casa de Deus. O profeta Natã apoiou o plano antes de ouvir o que Deus diria a respeito dele. Deus não permitiria as mãos de Davi, cobertas com o sangue de seus inimigos, a erigir o templo. Davi prepararia tudo que seria necessário, da planta às matérias-primas, mas a construção seria feita por Salomão. Enquanto alguns aspectos da mensagem de Natã a Davi se aplicam a Salomão, ao templo físico e à linhagem de reis do Velho Testamento descendentes de Davi, há nessa profecia elementos principais de predições sobre o Messias. Podemos ver que a profecia seria cumprida depois da morte de Davi (7:12; veja Atos 2:29) e que envolveria o descendente de Davi (7:12). Jesus veio da linhagem de Davi (Lucas 2:23-38, especialmente versículo 31). Deus prometeu estabelecer o reino de seu descendente (7:12). Salomão, de fato, reinou depois de Davi, e os seus descendentes continuaram reinando sobre o reino físico de Judá durante mais de três séculos, mas a expectativa do rei descendente de Davi ainda esperava seu cumprimento total em Cristo (Lucas 1:31-33).


Nessas promessas sobre o reino do descendente de Davi, Deus explicou a afirmação curiosa de 7:11 — "...ele, o Senhor, te fará casa". Davi já tinha casa (7:1). A idéia era que ele faria uma casa para Deus, mas agora o Senhor inverteu tudo! Deus não está falando aqui de casas materiais. Ele está olhando para a edificação do reino do descendente de Davi. Mas, há mais. O descendente de Davi construiria uma casa para o Senhor (7:13). Certamente Salomão edificaria uma casa luxuosa coberta de ouro, mas a promessa pede um cumprimento maior visto na casa que Jesus edificou (Mateus 16:18; 1 Pedro 2:4-10; Efésios 2:19-22). É o trono de Jesus, e não de Salomão, que seria estabelecido por Deus para sempre (7:13). Deus estava tão certo do sucesso de seu plano eterno que ele falou, através de Davi, quase 1.000 anos antes da incarnação de Jesus: "Eu, porém, constituí o meu Rei sobre o meu santo monte Sião" (Salmo 2:6). A relação de Pai e filho em 7:14 claramente inclui Salomão, assim explicando os comentários sobre transgressões e castigo (1 Crônicas 28:6). Mas, mais uma vez, há um cumprimento maior no papel do único Filho, elevado acima de anjos para reinar sobre a casa de Deus (João 1:14; Hebreus 1:5; 3:6). Jesus está no trono e homens ímpios jamais serão capazes de destroná-lo (Atos 2:30-36; 4:23-31)......


Ver o artigo completo


Diversos Vídeos

Outros Vídeos...

Diversos Artigos

Outros Artigos...

Mensengens em Vídeo
Mensagens em Áudio
A Salvação
O Que A Bíblia Diz?
Conhecendo os Salmos
Folhetos para Evangelizar
Estudo de 1 Coríntios
Estudo de 2 Coríntios
Podemos Compreender a Bíblia?

Curso Bíblico
On-line

Agora oferecemos o curso bíblico Jesus o Caminho, de sete lições, totalmente "on-line". Clique aqui para saber como fazer o curso Jesus o Caminho.

Introduções aos Livros da Bíblia

Uma série de artigos escritos por Dennis Allan introduzindo o conteúdo e o contexto histórico de cada livro da Bíblia.

A História do Novo Testamento (pdf)

Resumos dos relatos históricos do Novo Testamento preparados para ajudar professores nas aulas a serem ministradas para crianças.

A Confusão Religiosa

Temos de buscar o ensinamento sólido da palavra de Deus

Parábolas de Jesus


Este é um convite para estudar aquelas narrativas maravilhosas que nos convidam a olhar para o próprio coração de Deus.

Você Está Procurando Simplesmente Servir ao Senhor?

Informações sobre estudos especiais em várias cidades -- talvez na sua região!

Ambições Egoístas no Ambiente Espiritual

As ambições egoístas são contrárias aos princípios que devem governar o serviço espiritual.

"Pais Ensinam..."


Deus deu bebês aos pais, e estes foram encarregados da responsabilidade de criar e guiar seus filhos e equipá-los para viver em um mundo hostil. “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele” (Provérbios 22:6) 

Apostilas Completas de Livros da Bíblia

 Jó (Allen Dvorak). Salmos (Dennis Allan ). Ezequiel (Dennis Allan). Daniel (Robert Harkrider). Marcos (Dennis Allan)... 

Palavras Cruzadas


Oferecemos algumas palavras cruzadas para incentivar o estudo da Bíblia, enfatizando textos, assuntos e temas específicos (não é compatível com dispositivos móveis).

Artigos Publicados


Artigos publicados no Jornal Bom Dia – Erechim – RS (mais de 900 artigos)